Uma janela sobre o mundo bíblico

A carta aos Tessalonicenses, fala do mundo do trabalho, como era visto o trabalho no mundo grego?



  • Pergunta de Daniel , Passo Fundo - Rs
  • 585
  • 14/09/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Tessalônica |


Olá Daniel de Passo Fundo - RS!

O mundo grego estava na época de Paulo dominado pelo Império Romano. O Império Romano centrado em Roma, dominava a cidade Tessalônica e nesta a população vivia na exploração do trabalho.

Paulo em Tessalonicenses 4,1-12 utiliza uma linguagem que nos ajuda a entender está realidade de trabalho árduo, pesado que causa dor, fadiga. Trabalho ali realizado era fatigante e duro. Trabalho que supõe carregar peso (situação portuária de Tessalônica.

Os romanos com sua dominação suscitam situação de opressão, cobrança de pesados impostos e taxas aduaneiras, uma situação que causava dor e opressão.

Paulo em Tessalonicenses vai ao encontro desta realidade do mundo do trabalho, que ali é vivido. O momento de evangelização não é para magistrados romanos, nem para os judeus que dominavam o comercio, mas era para os trabalhadores. Um evangelho que anuncia a Cristo, como possibilidade de liberdade. O que Paulo anuncia é a humanização da vida no mundo do trabalho escravo e penoso. Paulo anuncia a prática do amor fraterno, que poderá possibilitar a transformação da vida dos trabalhadores, dos desempregados sentados nas praças.

Paulo evangeliza, anunciando o evangelho de Jesus dentro da sociedade dividida em classes. Uma classe dominante, com todos os privilégios e a outra dos trabalhadores.

A comunidade nova iniciada por Paulo, é a comunidade cristã que quer viver o evangelho de Jesus. Esta começa a caminhar e se organizar. O início acontece em reuniões na casa de Jasão Atos dos Apóstolos 17,5.

O poder Romano presente em Tessalonica procura manter tudo em ordem. Mas os cristãos lutam contra a ideologia da lei vivida pelos Judeus. Apresentam uma nova proposta de vida que é força de salvação vinda do evangelho de Jesus anunciado por Paulo

585 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook