Uma janela sobre o mundo bíblico

Como se pode saber quando a revelação é do Senhor?



  • Pergunta de Aparecida, Teresópolis
  • 1315
  • 02/10/2017
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Revelação |


A revelação completa e definitiva se deu em Cristo; não existem novas revelações! Vamos tentar explicar esse princípio de maneira mais elaborada.

Sabemos, como diz 1Timóteo 6,16, que “Deus habita em uma luz inacessível”, que nós não podemos alcançar facilmente. Mas ele não quis ficar isolado, revelando-se a si mesmo, fazendo-nos conhecer o mistério da sua vontade para que todos nós pudéssemos ter acesso ao Pai e por isso, em Cristo, nos tornamos participantes da natureza divina (veja Efésios 1,4-5).

 

Como isso aconteceu e/ou acontece?

É muito importante entendermos que a Revelação divina é uma comunicação de Deus a nós. E também precisamos ter consciência que essa comunicação é gradual, acontece por etapas. Isso é fundamental para a leitura da Bíblia, onde Deus se revela: Deus teve paciência com os homens e os preparou aos poucos até a revelação em Cristo. Santo Irineu diz:

“O Verbo de Deus colocou sua morada entre os homens e se fez Filho do Homem para acostumar o homem a compreender Deus e para costumar a Deus a colocar sua habitação no homem segundo a vontade do Pai”.

Através da Bíblia vemos esse processo: criação, aliança com Noé, eleição de Abrarão, formação do povo de Deus e Cristo. Jesus é a plenitude de toda revelação, pois Deus disse tudo sobre si em Cristo:

Nos tempos antigos, muitas vezes e de muitos modos Deus falou aos antepassados por meio dos profetas. No período final em que estamos, falou a nós por meio do Filho. Deus o constituiu herdeiro de todas as coisas e, por meio dele, também criou os mundos (Hebreus 1,1-2).

São João da Cruz, comentando essa passagem nos ajuda bem a entender a revelação:

"A partir do momento que nos deu o seu Filho, que é a única e definitiva Palavra, nos deu tudo em uma única vez nessa Palavra e não tem mais nada para dizer. Aquilo que uma vez dizia parcialmente aos profetas, nos disse tudo no seu Filho, dando-nos esse tudo que é o seu filho. Por isso, quem ainda quer interrogar o Senhor e pedir visões ou revelações, não só faria uma loucura, mas ofenderia a Deus, porque não fixa seu olhar unicamente em Cristo e procura coisas diferentes ou novidades fora dEle”.

 

Não existirão outras revelações

A aliança divina definitiva feita com a humanidade através de Cristo nunca passará e não devemos esperar uma nova revelação pública, antes da manifestação gloriosa do Senhor.

Mas, ao mesmo tempo, é verdade que a revelação não está completamente explicada. Com a fé, somos chamados a entendê-la gradualmente durante os séculos. Eventuais explicações ou manifestações não têm a tarefa de melhorar a revelação ou completá-la, mas podem ajudar a vivê-la em plenitude em determinada época histórica. Não podemos aceitar revelações que têm a pretensão de superar ou corrigir a revelação completa que se deu em Cristo.

1315 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook