Uma janela sobre o mundo bíblico

Isaías era casado com uma profetiza, como dito em 8,3?



  • Pergunta de Paulo Lopes, Vacaria - RS
  • 945
  • 31/10/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Isaías |


Olá Paulo Lopes de Vacaria - RS!

A resposta à pergunta de Isaías 8,3, indagando pela família de Isaías está no texto.

Ele nos fornece a única informação autobiográfica que se refere à sua família aparecendo mesclada com o seu ministério profético. Isaías exerce o ministério profético junto ao rei Acaz, de Judá. Entendemos desta forma, quando o reino de Judá foi ameaçado pela aliança Samaria-Síria (Isaías 7-12), o Senhor instruiu a Isaías, dizendo: “Agora, sai tu com teu filho que se chama Um-Resto-Volverá” (Isaías 7,3). Usando do próprio filho Isaías dá uma resposta profética a Acaz, em Isaías 7,14-16:

Pois sabeis que, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a jovem concebeu e dará à luz um filho e por-lhe-á o nome de Emanuel. Ele se alimentará de coalhada e mel até que saiba rejeitar o mal e escolher o bem, a terra, por cujos os dois reis tu te apavoras, ficará reduzida ao ermo” - Bíblia de Jerusalém

Mas a compreensão vai mais adiante e Isaías disse que seu segundo filho era o cumprimento, em curto prazo, desta profecia a Acaz:

Agora vem a resposta à pergunta: o texto bíblico de Isaías 8,3 afirma:

“Em seguida me acheguei a profetisa; ela concebeu e deu à luz um filho. Então, Iahweh me disse: Põe-lhe o nome de Maer Salal HasBaz. Porque, antes que a criança saiba dizer papai , mamãe, as riqueza de Damasco e os despojos de  Samaria serão levados para o rei da Assíria.” - Bíblia der Jerusalém

Isaías chamou sua esposa de profetisa, fazendo dela uma das únicas quatro mulheres assim positivamente intituladas em todo o Antigo Testamento.

Pelo que sabemos pelos escritos de Isaías seu lar foi um lar piedoso.

Conferindo seus escritos pensamos que ele não era um pastor, como o profeta Amós, ou um sacerdote, como o profeta Ezequiel. Isaías foi um profeta de príncipes e um príncipe dos profetas. Os escritos atestam que ele se movimentava pela cultura de seus dias. Ele falava vigorosamente nas questões de seu tempo, enxergava longe e fazia um juízo sobre Babilônia e o surgimento de Ciro da Pérsia.

945 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook