Uma janela sobre o mundo bíblico

O que aconteceu com a tribo de Levi, depois que destruíram o templo, onde eram levado os dízimos?



  • Pergunta de David Neves, Vacaria - RS
  • 821
  • 22/11/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Levi |


Olá David Neves de Vacaria - RS !

O que sabemos das narrativas históricas é que no ano 70 d.C, o general Romano Tito, encarregado pelo Imperador Romano Vespasiano, com as tropas romanas incluindo a X Legião Romana Fretense, cercam Jerusalém e depois destruíram a cidade de Jerusalém com seu Templo. A cidade e o Templo foram saqueados e incendiados.  Durante o cerco Jerusalém, pelos Romanos muitos morreram de fome e sede, existem narrativas que falam que a miséria e a fome foi tanta, que existiam famílias de sacerdotes que recolhiam o esterco dos cavalos para encontrar grãos de cereais para fazerem alimentos.

Apesar deste extermínio os judeus, os zelotes e sicários conseguiram fugir reunindo-se em Masada um reduto contestatório de judeus, que resistiram as forças romanas no alto desta montanha, até o ano de 73 d.C, este grupo para não se entregar aos romanos praticaram o suicidio coletivo. Eles se jogaram do alto dos 450 meros da montanha de Masada num total de 690 pessoas, incluindo mulheres e crianças. Logo em seguida surge outro grupo de revoltosos liderados por Bar KoKeba, o filho da estrela que resistiram até 135 d.C. Nesta altura os Romanos se incomodaram tanto, que resolveram dispersar os judeus pelo mundo romano para que não mais se organizassem, e assim aconteceu a dispersão dos Judeus que perdura até hoje.

A província da Judeia, torna-se uma província da Síria-Palestina . Jerusalém se torna colônia Romana proibida para os judeus, e recebe um novo nome: Aelia Capitolina.

Onde estão os judeus das famílias sacerdotais que trabalhavam no templo?

As famílias sacerdotais conservaram o sobrenome de Levi, assim todo o judeu que possui este sobrenome Levi, pertence a esta família sacerdotal. O sonho é reconstruir o templo de Jerusalém, e novamente o serviço sacerdotal ser reorganizado por estes membros da tribo de Levi. Os grupos de Judeus ortodoxos de Jerusalém, já até desenharam o novo Templo de Jerusalém, encontramos a maquete exposta no bairro limite com o muro do Templo.

No Brasil encontramos muitos judeus com o sobrenome de Levi. Destaco um dos últimos Ministros da Fazenda, foi o judeu JOAQUIM LEVI.

Nota: Após a destruição do Templo os fariseus reunidos em Jâmnia, reorganizaram o judaísmo em torno a sinagoga. Os serviços religiosos realizados na sinagoga, passam a ser realizados com estrutura diferente, sem sacrifícios de bois e carneiros etc, sem a estrutura do templo. Na sinagoga os judeus se reúnem no sábado para as orações, a leitura da Torá e o fariseu passa a fazer a chamada Halaká, como o judeu deve caminhar segundo a escritura divina. O dizimo passa a ser visto em outra dimensão, não mais a maneira da oferta em produtos, pois a realidade era outra. O que aconteceu com a tribo de Levi, e Depois que destruíram o templo, onde eram levado os dízimos?

Consulta:

BARATO, Claúdio, Guida di Terra Santa, com piantine, disegni e cartine stradali, Custodia de Terra Santa, Gerusalemme, 1992, pág. 218.

821 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook