Uma janela sobre o mundo bíblico

Muitos sao chamados e poucos escolhidos! O que me dizem sobre este versículo?



  • Pergunta de Ana Lucia Ribeiro de Vasconcelos, Mauá - SP
  • 1253
  • 02/12/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Cristo |


Olá Ana Lucia Ribeiro de Vasconcelos!

Bonito texto que mostra a preocupação de Jesus e sua amargura, no fato de não encontrar resposta em muitas pessoas que ouviram suas palavras.

Do mesmo modo não entendemos plenamente o sentido desta sentença de jesus se não olharmos o contexto em que ela está colocada. A sentença aparece no final da narrativa do banquete nupcial, e deste contexto que podemos chegar a uma compreensão maior.

 

Como entender a amargura de Jesus?

Uma primeira compreensão: esta sentença de Jesus “muitos são chamados e poucos os escolhidos” mostra a amargura de jesus em constatar que apesar de todo o seu trabalho de evangelização Ele encontra na multidão pouca ressonância.

 

O que o contexto do banquete nupcial nos ensina?

Uma segunda compreensão vem da parábola do banquete nupcial. A sentença se encontra no final da narrativa e se relaciona aos primeiros convidados ao banquete, estes muitos convidados são os Israelitas, pertencentes ao povo de Deus, mas que não responderam positivamente.

E nesta recusa do povo de Deus ao anuncio de Jesus que Ele manifesta toda a amargura

Em conclusão podemos dizer, que na linguagem bíblica estes “muitos-poucos” indica uma relação de qualidade e não uma relação de quantidade, ou seja numérica.

1253 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook