Uma janela sobre o mundo bíblico

Existem mais de uma Belém: uma em Judá e outra na Galileia? É verídica está especulação? Trabalho com a Bíblia e me interesso pelo assunto.



  • Pergunta de Euzébio Leite, Iguatu - CE
  • 1570
  • 19/12/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Belém |


 Olá Euzébio Leite de Iguatu - CE!

De fato suas dúvidas que geraram a pergunta, tem motivos. Pois encontramos na Galileia uma aldeia de 800 habitantes chamada Belém da Galiléia.

Quem lugar é este Belém da Galiléia, quem mora nesta aldeia?

Até 1948, ano da criação do estado de Israel, existiu uma aldeia chamada Belém da Galileia. Esta aldeia era habitada por uma comunidade da seita protestante alemã dos templários. Com o estabelecimento do Estado de Israel, a aldeia virou um Moshav (comunidade agrícola, em hebraico), portanto passou a pertencer ao estado de Israel.

Na atualidade, passou de Moshav para um condomínio de luxo com cerca de 800 habitantes, parecendo com um condomínio de alta classe, e suas casas valem milhões.

Tese do arqueólogo Israelense Aviram Oshri.

A tese do arqueólogo Israelensi Aviram Oshri ousa balançar as fundações da narrativa cristã. Faz ele uma tentativa de provar sua tese, em que Jesus tenha nascido em Belém da Galileia, e não em Belém da Judéia, com dados históricos, citações do Antigo e Novo Testamentos e mais de dez anos de escavações. Ele está convicto de que Jesus nasceu em Belém da Galileia, e não em Belém Judeia (ou Zebulun).

Entretanto até o momento, tudo permanece em especulações que o arqueólogo Aviram levantou. Nada do que ele fala foi debatido com mais profundidade. Basta dizer que após divulgar sua tese, Oshri foi rebaixado de posto na Autoridade de Antiguidades de Israel e agora busca financiamento para continuar as escavações.

O trabalho de pesquisa e arqueologia continuam, com certeza em breve tempo uma resposta será dada pelos estudiosos da área. É prudente continuar lendo e buscando informações.

1570 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook