Uma janela sobre o mundo bíblico

Em Levítico 10,9 Deus proíbe aos sacerdotes de beberem. Existe alguma diferença entre eles e Jesus?



  • Pergunta de Marcelo Moura, São Gonçalo, RJ
  • 1208
  • 16/01/2018
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Bebida Alcóolica |


O texto de Levítico 10,8-10 é uma indicação dada a Araão e seus filhos, isto é, aos sacerdotes. Sabemos bem como em Israel a classe sacerdotal era bem determinada e não compreendeva todo o povo. A Casa de Araão, os descendentes do Irmão de Moisés são os sacerdotes entre os hebreus e a eles é dedicado esse texto:

Javé falou a Aarão: «Quando você vier à tenda da reunião, junto com seus filhos, não bebam vinho, nem outra bebida fermentada, e assim vocês não morrerão. É uma lei perpétua para todos os seus descendentes. Isso para que vocês possam distinguir entre o sagrado e o profano, entre o impuro e o puro, e possam ensinar aos filhos de Israel todas as leis que Javé deu a vocês por meio de Moisés».

Do ponto de vista meramente histórico, certamente Jesus, que não era um sacerdote segundo os princípios da tradição hebraica, não se sentia obrigado por esse texto, mesmo por que a ele não era permitido entrar na "tenda da reunião", no lugar sagrado do Templo, e lá oferecer sacrifícios como era o papel de um sacerdote.

Em relação ao consumo da bebida alcóolica por parte do sacerdote, parece que o texto proíba o uso em uma circunstância exata: "quando você vier à tenda da reunião"... Portanto, em base a esse texto não é possível afirmar que ao sacerdote do Antigo Israel fosse proíbida a bebida.

 

A moderação é um princípio bíblico

Depois de analisar o texto de maneira literal, é importante afirmar que a Bíblia é muito crítica em relação às bebidas que contém álcool. Não existe em si uma condenação do vinho, mas do mal uso que pode ser feito dele.  O seu abuso leva ao pecado, conduz a não ter as faculdades adequadas para realizar as própias tarefas, a se comportar contra o amor e o respeito de si e do próximo.

Esses textos bíblicos podem ajudar a esclarecer nossa compreensão sobre esse tema:

* É causa de um pecado gravissimo de um dos filhos de Noé:

(Noé) bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda (Gênesis 9,21) e o filho dele, que viu a sua nudez, foi maldito pelo pai.

* No Livro dos Provérbios:

A Zombaria está no vinho, e a insolência na bebida! Quem nissos se perde não chega a ser sábio (20,1)

Esse texto se refere ao homen que não pára mais de beber, que está agarrado à bebida.

* O vinho também desvia a mente:

até o sacerdote e o profeta erram por causa da bebida forte; são absorvidos pelo vinho; desencaminham-se por causa da bebida forte; andam errados na visão e tropeçam no juízo. (Isaías 28,7)

* E em Jeremias (assim como em Apocalipse 17, no Novo testamento) Babilônia é inebriante como o vinho e leva à ruína:

Babilônia era um copo de ouro na mão do SENHOR, o qual embriagava a toda a terra; do seu vinho beberam as naçöes; por isso as naçöes enlouqueceram. (Jeremias 51,7)

 

No Novo Testamento (onde as referências ao vinho são menores), encontramos Maria e Jesus que abençoam as bodas de Cana com o milagre do vinho, que é sinal do advento messiânico em Jesus:

Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele (João 2,11)

 * O próprio Jesus bebe vinho e, por isso, é criticado:

eis o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comiläo e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e picadores (Mateus 11,19; Lc 7,34)

 * Nas sua cartas, Paulo até chega a recomendar que Timóteo beba um pouco di vinho:

Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades (1Timóteo 5,23)

 * Mas também avisa contra o risco do abuso, que pode impedir a realização de tarefas mais delicadas:

os diáconos sejam honestos, näo de língua dobre, näo dados a muito vinho, näo cobiçosos de torpe ganáncia (1Timóteo 3,8)

As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem (Tito 2,3)

1208 visitas


A resposta do site se encontra aqui acima.

Eventuais comentérios postados abaixo não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.

Comentários julgados inoportunos serão removidos.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook