Uma janela sobre o mundo bíblico

Temos passagens bíblicas que nos indicam o que Jesus fez ou ensinou, durante os 40 dias depois da sua ressurreição?



  • Pergunta de Felipe Dapper, Içara, SC
  • 1778
  • 04/04/2018
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Ressurreição | Ascensão |


Podemos, primeiro de tudo, tomar os 4 evangelhos e ver o que dizem.

Mateus, no capítulo 28, conta que Jesus apareceu, imediatamente depois da Ressurreição à "Maria Madalena e à outra Maria", dizendo a elas: "Não temais! Ide anunciar a meus irmãos que se dirijam para a Galileia; lá me verão" (versículo 10). Depois Jesus aparece aos 11 apóstolos, "na montanha que Jesus lhes determinara" e lhes enviou em toda a terra a trasmitir a sua mensagem.

Marcos 16 também conta que apareceu a Maria de Magdala. Depois apareceu a dois discípulos e finalmente se manifestou aos 11, "quando estavam à mesa e censurou-lhes a incredulidade e a dureza de coração". Em seguida lhes enviou em todo o mundo a "proclamar o Evangelho a toda criatura" (versículo 15). Depois disso foi arrebatado ao céu.

Lucas fala dos eventos depois da ressurreição no capítulo 24 do evangelho e em Atos 1. Em Lc 24 se destaca o conhecido episódio do encontro de Cristo Ressuscitado com os Discípulos de Emaús. Aparece também aos apóstolos, aos quais diz: "por que estais perturbados e por que surgem tais dúvidas em vossos corações?" Nessa mesma ocasião "abriu-lhes a mente para que entendessem as escrituras". Em seguida, em Betânia os abençou e foi elevado ao céu. Em Atos 1 Lucas conta também a ascensão, sublinhando a promessa do Espírito Santo. É Atos dos Apóstolos que fala de '40 dias': "Apresentou-se vivo depois de sua paixão, com muitas provas incontestáveis: durante quarenta dias apareceu-lhes e lhes falou do que concerne ao Reino de Deus" (Atos 1,3).

João dedica os capítulos 20 e 21 ao "depois da ressurreição". E nesse Evangelho que encontramos maiores detalhes da ação de Cristo com os Apóstolos depois da ressurreição. Como os outros, também João conta a aparição à Maria Madalena, em um jardim (20,11-18). Depois diz que "no primeiro dia da semana" apareceu aos discípulos, que estavam com as portas fechadas. Nessa ocasião os envia e sopra sobre eles o Espírito Santo. É nessa oportunidade que acontece a famosa cena da falta de fé de Tomé, que precisa tocar nas feridas para acreditar que se tratava do Senhor ressuscitado. No capítulo 21 João conta a aparição aos discípulos, no Mar da Galileia, e come com eles "peixe e pão". É nessa oportunidade que Jesus pergunta a Pedro, por três vezes, se ele o ama.

 

Ensinando os apóstolos e a todos nós sobre a sua ressurreição

Resulta evidente, lendo o resumo acima, que Cristo esteve com os apóstolos após sua ressurreição para confirmá-los na fé e sublinhar a missão deles. A dúvida sobre o destino de Jesus é esclarecida e os discípulos recebem a missão de levar a mensagem de Cristo até os confins da terra.

Ao mesmo tempo, é importante sublinhar o contexto da oração comunitária (Jesus aparece em momentos de liturgia) e, sobretudo, a refeição, momento de recordação do sacrifício de Cristo, que se imola para a nossa salvação.

1778 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook