Uma janela sobre o mundo bíblico

Bíblia Almeida Século 21



Leia mais sobre Traduções da Bíblia |


Está à disposição do público há algum tempo o resultado do projeto “Bíblia Almeida Século 21”. No site da Edições Vida Nova, que supervisionou o trabalho, lemos:
A versão da Bíblia mais famosa em língua portuguesa foi traduzida por João Ferreira de Almeida. Nascido próximo a Lisboa, em 1628, Almeida construiu sua obra magistral a partir das línguas originais das Escrituras.
A primeira Bíblia completa na língua portuguesa foi impressa em 1753. Porém, desde 1840, o texto de Almeida tem passado por diversas revisões, principalmente de ortografia e de estilo. Dentre as muitas revisões da Bíblia elaboradas nos últimos dois séculos, encontra-se a que foi publicada em 1967 pela Imprensa Bíblica Brasileira (IBB). Trata-se de uma revisão profunda do histórico texto de Almeida que ficou conhecida como versão Revisada de acordo com os Melhores Textos em Hebraico e Grego.

Dois séculos e meio depois chega às mãos do público cristão a tradução Almeida Século 21, fruto de uma revisão completa e profunda da versão Revisada. Seu objetivo é produzir o texto bíblico que João Ferreira de Almeida produziria hoje.

A versão Almeida Século 21 procura solucionar uma lacuna encontrada na maioria das versões tradicionais: a questão da exatidão exegética e fluência. Embora a maioria dessas versões tenha como ponto forte a beleza de estilo e o profundo respeito ao sagrado, quase nenhuma delas conseguiu unir a essas características exatidão exegética e fluência, aspectos essenciais para a compreensão do texto bíblico.

O projeto da Bíblia Almeida Século 21 não poderia jamais ser realizado a partir de um esforço solitário. A Bíblia Almeida Século 21 é, na verdade, o resultado da colaboração exitosa de algumas das editoras de prestígio entre as casas publicadoras do contexto evangélico brasileiro: a Imprensa Bíblica Brasileira/JUERP, as Edições Vida Nova, a Editora Hagnos e a Editora Atos.
Com base na parceira feita entre essas editoras, o trabalho de tradução e revisão do texto da Bíblia Almeida Século 21, que ficou sob a supervisão de Edições Vida Nova, foi desenvolvido por estudiosos e biblistas. O projeto tomou seis anos de trabalho minucioso de especialistas nas línguas originais, em tradução bíblica e revisão de textos.
A equipe diversificada (formada por batistas, presbiterianos, luteranos, menonita, anglicano e assembleiano) reuniu estudiosos com formação especializada e longa experiência nas áreas de Bíblia, hebraico, grego, linguística, exegese e língua portuguesa. Do grupo central de tradutores e revisores da Bíblia Almeida Século 21 tomaram parte:
- Abraão de Almeida (Revisão de Estilo);
- Aldo Menezes (Revisão de Estilo);
- Daniel de Oliveira (Assistente de Revisão Exegética);
- Edna Batista Guimarães ( Revisão de Estilo);
- Estevan Kirschner (Revisão Exegética: NT);
- João Guimarães ( Revisão de Estilo );
- Lucília Marques Pereira da Silva (Revisão de Estilo);
- Luiz Sayão (Coordenador Geral);
- Márcio Loureiro Redondo (Revisão de Estilo);
- Marisa Lopes (Revisão de Estilo);
- Pedro Moura (Revisão Geral);
- Robinson Malkomes (Revisão de Estilo Final);
- Tiago de Lima (Revisão de Estilo);
- Valdemar Kroker (Revisão Exegética: AT);
- William Lane (Revisão Exegética: AT).
Assim, é com grande júbilo que entregamos à igreja brasileira a versão da Bíblia Almeida Século 21. Gostaríamos de agradecer a participação imprescindível das pessoas já mencionadas, bem como de nossos parceiros neste projeto. Agradecemos também a Estevan F. Kirschner pela elaboração deste texto de apresentação da versão. Não podemos esquecer de agradecer ainda todos aqueles que das mais variadas maneiras contribuíram para o êxito deste projeto. E, sobretudo, gostaríamos de agradecer ao Senhor, razão de nossa existência e inspiração maior desta versão.


Mais detalhes no site da Edições Vida Nova

Uma crítica católica do trabalho foi feita por Ney Brasil Pereira, através da Revista REB, e pode ser lida no site do Instituto Teológico Franciscano

11472 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook