Uma janela sobre o mundo bíblico

Como Paulo ajudou a criar diversas Igrejas?



  • Pergunta de Natanael Santos, Fortaleza
  • 838
  • 05/08/2018
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Paulo | Igreja | Igrejas


Paulo foi o primeiro missionário cristão que saiu das fronteiras da Palestina, anunciando a Boa Nova proclamada por Cristo. Por ter saído dos confins típicos da religião dos judeus, Paulo é chamado "apóstolos dos gentios", que são os judeus que não nasceram dentro dessa religião, mas que se converteram a ela. 

Exerceu seu ministério de cerca de 20 anos na atual Turquia, região chamada então de Ásia Menor, e na Grécia, que era, na época, um importante centro de pensamento filosófico e cultural. Quando foi preso, sendo cidadão romano, foi levado prisioneito até à capital do império, Roma, e ali passou cerca de dois anos, anunciando Cristo também aos habitantes da cidade.

Por onde passava, Paulo anunciava a Cristo. O lugar privilegiado desse anúncio eram as comunidades de judeus que viviam nas cidades por onde passava. Muitos desses judeus - e também outras pessoas - se convertiam ao anúncio de Cristo, vendo nele o Messias prometido pelas Escrituras. Nasciam, assim, as comunidades de cristãos nas regiões fora da Palestina. Iniciadas por Paulo, elas se multiplicavam e os próprios cristãos difundiam a mensagem do Evangelho criando novas comunidades.

Para ler sobre esse processo de expansão do cristianimso protagonizado por Paulo, leia o livro de Atos dos Apóstolos, especialmente a partir do capítulo 13.

 

Esclarecimento sobre terminologia

No Novo Testamento a palavra grega "ekklesia", que se traduz "igreja", aparece 114 vezes. Entre elas, 62 vezes aparece nas cartas de Paulo. Para Paulo, em síntese, a igreja significa o conjunto dos justificados, aqueles que estão no caminho. Em poucas palavras, para ele igreja é o contexto no qual se encontra quem é batizado. Portanto, seguindo o ponto de vista bíblico, é conveniente usar a palavra "igreja" para descrever a totalidade dos cristãos, que abraçam a fé em Cristo.

Existem dentro da Igreja muitas comunidades, cada cidade ou quarteirão com a própria. Uma comunidade de cristãos é um grupo que se reúne para celebrar e viver a própria fé. Embora não seja necessário, cada comunidade tem um local de encontro, muitas vezes chamado de "Igreja" ou "capela".

As comunidades, por sua vez, são células de uma instituição maior, que poderíamos chamada de Confissão: Católica, Luterana, Testemunhas de Jeová, Adventistas, etc.

A Igreja foi fundada por Cristo, a partir do momento que se propôs como filho de Deus e nos convidou a abraçar essa fé e seguir os seus passos. As comunidades são fundadas por pastores, padres, missionários, tais como Paulo. Portanto, Paulo, o apóstolo dos gentios, fundou comunidades cristãs.

838 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook