Uma janela sobre o mundo bíblico

Se não há uma idade limite para o batizado, como fica a questão dos infantes?



  • Pergunta de Carlos Rosa, São Paulo - SP
  • 854
  • 28/08/2018
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Batismo |


Olá Carlos Rosa de São Paulo - SP!

Sua pergunta não deixa de ser importante. É tão difícil de dar uma resposta, que me sinto muito pequeno para responder-te.

Geralmente as respostas provocam controvérsias e queremos nos mpor, ignorando com quem falamos. Muitas vezes radicalizamos, “teu batizado não vale, porque você foi batizado pequeno e não soube o que recebeu”. A primeira vista, o argumento é correto: uma criança não sabe o que está recebendo; estamos impondo para ela uma condição que ela nem conhece.

Esta questão do batismo de crianças veio à tona há muitos séculos, não é de hoje. O fato era este: os adultos já tinham sido batizados, e a questão era o que fazer com as crianças. Naturalmente os pais começaram a batizar as crianças, como forma de dar a estas crianças não só a vida, que as crianças não pediram, mas também fé. E assim vem sendo feito até hoje em muitas Igrejas. Outras radicalizaram, dizendo que era um batizado invalido, pois era uma imposição. Basta dizer que muitas Igrejas inclusive rebatizam as pessoas.

Essa questão causou muitas discussões e ainda continua, mas a verdade é esta: nós não iremos modificar o que já é consagrado por mais de 2000 anos. E quem somos nós para dizer que um batismo de criança não é válido?

Penso que seria muito melhor de nossa parte, em vez de discutir este assunto, insolúvel, buscar mais a leitura da palavra de Deus e a sua pratica.

Todos nós somos filhos do mesmo Pai e desafiados de sermos seus colaboradores.

854 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook