Uma janela sobre o mundo bíblico

Como lidar com promessas feitas que depois não são cumpridas ou seguem um arrependimento?



  • Pergunta de Vanessa Almeida , Batatais, São Paulo
  • 763
  • 15/09/2018
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Promessa | Votos |


A pergunta da nossa leitura é bastante articulada e transcrevo aqui, literalmente, para transmitir também o seu sentimento:

Tenho 3 filhos. Fiz uma promessa há um tempo atrás pra nossa senhora dela curasse meu filho eu não iria os fazer tatuagem... ai fiz cumpri até esses dias ..ai um dia eu estava fazendo uma coisa boba que está me incomodando ai fiz a promessa de que se eu fizesse novamente  Deus podia tocar na vida dos meus filhos ai fiz ai  coisa de horinhas eu me arrependi e é Do perda e fiz a promessa de o fazer mais promessas...  ai aí me arrependi  e pedi perdão a deus pelas2  promessas que eu tinha feito ai isso não sai da minha cabeça ai entrei no meu quarto pedi perdão  Deus por todas as minhas promessa inclusive a da anemia do meu filho que eu estava cumprindo certinho....eu não queria ter promessa nenhum ai pedi perdão a deus por todas elas ... mas eu tenho.medo de.deus tira meus filhos de mim por isso me ajuda por favor ... Tô me achando uma mae lixo por ter feito isso como pode uma mãe fazer isso ... eu amo eis filhos loucamente.... eu sempre tive o problema e o medo de achar que eu ia perder eles . Tive depressão e tenho medo e isso tá fazendo voltar essa culpa...

O seu texto deixa transparecer muitos elementos e não sei se aqui vou abranger a todos. A primeira coisa que quero dizer é que você não deve se sentir uma "mãe lixo" e muito menos em culpa por querer o bem dos seus filhos. Em tudo o que você menciona transparece uma atitude de busca do bem deles e isso é um princípio fundamntal que revela a sua boa intenção. Junto com esse aspecto positivo, do qual você deveria ter muito orgulho e estar certa da aprovação de Deus, há elementos de ingenuidade religiosa, que também estão presentes em muitas pessoas que seguem a Deus. Quero concentrar essa resposta nesse tema, que abrange a questão das promessas e dos votos feitos a Deus.

Na Bíblia existem muitas promessas que as pessoas fazem a Deus. Às vezes são promessas públicas, mas na maioria dos casos se trata de um voto privado, da pessoa com Deus. Penso que a maioria das promessas que se faz entra nesse contexto: uma promessa feita pessoalmente a Deus. Um exemplo muito claro de tal promessa é aquela presente em Atos dos Apóstolos 18,18, onde se conta que Paulo raspou a cabeça por causa de uma voto feito. Essa promessa mostra uma íntima relação com Deus, mas não exprime um vínculo, uma obrigação, mas só revela um propósito que você tem. Uma promessa pública, ao invés, traz consigo um vínculo, como acontece por exemplo com os religiosos, que fazem publicamente, durante uma cerimônia, os votos de viver em pobreza, obediência e castidade.

Com isso quero dizer que todas as pequenas promessas que fazemos quotidianamente a Deus não nos devem oprimir, mas são simplesmente expressão da nossa fé nEle, revelando a íntima relação que existe entre nós:não prometo algo a quem não conheço!

Gostaria, ao mesmo tempo, de lembrar de um aspecto que certamente revela uma certa ingenuidade da nossa fé. Muitas vezes a promessa pode significar a vontade de receber uma recompensa por parte de Deus: faço isso na esperança que Deus me conceda aquilo. Essa atitude demonstra uma visão da relação com Deus como uma relação comercial. Se você é amigo, promete algo simplesmente pelo prazer da amizade, sem esperar que a outra pessoa lhe pague com a mesma moeda. A fé com Deus não deve prever uma retribuição, mas deve ser completa gratuidade. Deus não nos salvou com a condição de sermos fieis a ele; Jesus morreu pela nossa salvação independente da nossa resposta.

Em poucas palavras, está bem fazer promessas a Deus com o intuito de sublinhar a amizade, reforçá-la, mas está errado "negociar" com Ele, esperando o seu "presente", a sua recompensa.

763 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook