Uma janela sobre o mundo bíblico

Alguém sabia que a mulher do fluxo de sangue estava dentro da cidade, já que era proibido, e vivia só? Como fazia para se alimentar?



  • Pergunta de Sara de Souza, Rio de janeiro
  • 1637
  • 28/11/2018
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Mulher do fluxo de sangue | Sangue |


É curioso que as respostas inerentes a este tema são as mais lidas aqui no site. Por isso tomamos um pouco do nosso tempo para responder também a sua pergunta, tentando ajudar na compreensão desse tema, principalmente sobre a sacralidade do sangue.

Em relação a sua pergunta, há elementos que não têm respostas. Na Bíblia não se diz nada sobre onde ela morava, que vivesse sozinha e que, portanto, tivesse necessidade de ajuda para se alimentar. São questões que nós hoje colocamos, mas que não é intenção da Bíblia responder. Por isso, permaneceremos sem respostas, pois não há outras fontes onde nos apoiar para dar uma solução.

 

O milagre da cura da hemorroíssa

Os três evangelhos sinóticos contam o milagre de Jesus.

  • Mateus 9,20-22
    Nesse momento, chegou uma mulher que fazia doze anos vinha sofrendo de hemorragia. Ela foi por trás, e tocou a barra da roupa de Jesus, porque pensava: «Ainda que eu toque só na roupa dele, ficarei curada.» Jesus virou-se, e, ao vê-la, disse: «Coragem, filha! Sua fé curou você.» E, desde esse momento, a mulher ficou curada.
  • Marcos 5,25-34
    Aí chegou uma mulher que sofria de hemorragia já há doze anos; tinha padecido na mão de muitos médicos, gastou tudo o que tinha e, em vez de melhorar, piorava sempre mais. A mulher tinha ouvido falar de Jesus. Então ela foi no meio da multidão, aproximou-se de Jesus por trás e tocou na roupa dele, porque pensava: «Ainda que eu toque só na roupa dele, ficarei curada.» A hemorragia parou imediatamente. E a mulher sentiu no corpo que estava curada da doença. Jesus percebeu imediatamente que uma força tinha saído dele. Então virou-se no meio da multidão e perguntou: «Quem foi que tocou na minha roupa?» Os discípulos disseram: «Estás vendo a multidão que te aperta e ainda perguntas: ‘quem me tocou?’» Mas Jesus ficou olhando em volta para ver quem tinha feito aquilo. A mulher, cheia de medo e tremendo, percebeu o que lhe havia acontecido. Então foi, caiu aos pés de Jesus e contou toda a verdade. Jesus disse à mulher: «Minha filha, sua fé curou você. Vá em paz e fique curada dessa doença.»
  • Lucas 8,43-48
    Em certo momento chegou uma mulher sofrendo de hemorragia há doze anos, e ninguém tinha conseguido curá-la. Ela foi por trás, e tocou na barra da roupa de Jesus. No mesmo instante a hemorragia parou. Então Jesus perguntou: «Quem foi que tocou em mim?» Todos negaram, e Pedro disse: «Mestre, as multidões te cercam e te apertam!» Então Jesus disse: «Alguém me tocou, pois eu senti que uma força saiu de mim.» A mulher, vendo que tinha sido descoberta, foi tremendo, e caiu aos pés de Jesus. Contou diante de todos o motivo por que ela havia tocado em Jesus, e como tinha sido curada no mesmo instante. Jesus disse à mulher: «Minha filha, sua fé curou você. Vá em paz.»

Cada milagre que Jesus faz tem uma mensagem específica. Jesus não curou a todos, mas fez milagres que serviam como sinais. Esse da hemorroíssa sublinha elementos muito importantes. Primeiro de tudo se trata de uma mulher, que em princípio já eram discriminadas. Além disso, ela sofria de um problema físico que, por causa dos costumes e crenças religiosas da época, a excluía ainda mais. E ainda, ela tinha tentado se livrar dessa situação, mas em vão. Jesus a liberta de tudo isso e diz para ela: "vá em paz".

 

O sangue

Para entender melhor a mensagem desse milagre, é fundamental para nós entender a compreensão do sangue no mundo bíblico. Normalmente se conhece, de maneira supercial, a relação dos judeus com o sangue. Um texto importante é Levítico 15. Existem também muitos outros textos que nos ajudam a entender esse tema:

  • Gênesis 9,3: não comer a carne com a vida, isto é, com seu sangue
  • Levítico 1,5: os sacerdotes, filhos de Aarão, oferecerão e derramarão o sangue em torno do altar
  • Levítico 17,10-12: voltar-me-ei contra esse que comeu sangue e o exterminarei do meio do seu povo
  • Ezequiel 18,5-6: Se um homem é justo ... não se une com uma mulher durante a sua impureza
  • Atos 15,28: que vos abstenhais das carnes imoladas aos ídolos, do sangue, das carnes sufocadas e das uniões ilegítimas.

 

O sangue e a impureza

Junto com esses dados sobre o sangue, precisamos colocar a lei do puro e impuro, que na prática religiosa do mundo bíblico tem uma importância que não conseguimos entender bem. Tomemos Levítico 15,3, em relação ao homem:

Quando um homem tem um fluxo que sai do seu corpo, tal fluxo é impuro. Enqnato tive o fluxo, a sua impureza consistirá no seguinte: quer a sua carne deixe sair o fluxo, quer o tetenha, ele é impuro.

E Levítico 15,25-27, em relação à mulher, que é inerente ao milagre de Jesus:

Quando uma mulher tiver hemorragias freqüentes, fora ou depois da menstruação, ficará impura como na menstruação, enquanto durarem as hemorragias. A cama em que ela se deitar, enquanto tiver as hemorragias, ficará impura, como na menstruação. O lugar em que ela se sentar ficará impuro, como na menstruação. Quem tocar nesses móveis ficará impuro: deverá lavar as roupas e tomar banho; ficará impuro até à tarde.

Para nós não é fácil entender bem porque uma pessoa é impura, diante dessas situações. Por trás dessa visão, ao invés, existe uma teologia muito importnate, que não nos pertence mais.

Primeiro de tudo aparece o valor do sangue, que é a vida. Ela pertence só a Deus e o ser humano não o pode possuir. Tocar o sangue é tocar uma esfera divina, que não pertence ao humano. Precisa ter consciência que o ser humano tem limites e o sangue representa um limite para nós, não nos pertencendo.

É importante notar que no caso da menstruação, terminado o fluxo a mulher fica livre da sua impureza, sem precisar oferecer um sacrifício. Todavia, no caso do fluxo de sangue, que dura um tempo largo, precisa oferecer um sacrifício, quando ficar curada. Portanto, nesse caso, era considerado também um pecado.

1637 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook