Uma janela sobre o mundo bíblico

Como Pedro era conhecido em Corinto (1Cor 1,12) se ele era judeu? O apóstolo dos gentios era Paulo...



  • Pergunta de Gilberto Amaral, Rio de Janeiro
  • 894
  • 27/01/2019
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Cartas aos Coríntios | Paulo | Pedro


Assim lemos em 1Coríntios 1,12:

Uns dizem: «Eu sou de Paulo!» E outros: «Eu sou de Apolo!» E outros mais: «Eu sou de Pedro!» Outros ainda: «Eu sou de Cristo!»

Paulo parte dessa questão existente no seio da comunidade daquela cidade grega para sublinhar que a cabeça da Igreja é Cristo, que é graças ao beneplácido divino que aquela igreja existe. As autoridades ou quem quer que seja colocado diante de uma comunidade é apenas instrumento desse desígnio divino:

É por iniciativa de Deus que vocês existem em Jesus Cristo, o qual se tornou para nós sabedoria que vem de Deus, justiça, santificação e libertação, a fim de que, como diz a Escritura: «Aquele que se gloria, que se glorie no Senhor» (1Coríntios 1,30-31)

 

Paulo, apóstolo dos gentios

Gentios é a tradução, em postuguês, do plural latino "gentes", que significa "pagãos" ou "não cristãos". Em termos bíblicos, gentios são todos aqueles que não pertencem ao povo de Israel, que não nasceram como judeus. Se se convertaram ao judaísmo, são ditos "prosélitos".

Lendo principalmente os Atos dos Apóstolos, é evidente que embora tenha saído das fronteiras de Israel levando a mensagem cristã, o primeiro público ao qual Paulo se dirigia era aquele que se reunia nas sinagogas, isto é, judeus. Os judeus se espalharam já bem antes de Cristo em toda a região do Mediterrâneo, como testemunha a tradução da Bíblia em Grego (a Setenta), feita para os judeus do Egito, que não conheciam mais o hebraico.

 

Pedro

Deduzimos que Pedro era conhecido em Corinto. É provável que naquela comunidade havia quem o conhecesse pessoalmente, quem fosse estado "educado" na fé cristã por ele. As comunidades eram muito ligadas entre si e é provável que os apóstolos fossem figuras bem conhecidas. Veja, por exemplo, a coleta promovida por Paulo junto à comunidade de Corinto, como conta a segunda carta (capítulos 8 e 9), em favor dos "santos" de Jerusalém. 

Além disso, como conta Lucas em Atos, Pedro é também missionário, pois já no capítulo 10 o encontramos em Cesareia, longe de Jerusalém, pregando o Evangelho para um centurião romano, que não era judeu. E depois, sabemos que morreu em Roma, como Paulo, mais ou menos no mesmo período, ambos martirizados.

Precisamos também sublinhar a proeminência evidente nos evangelhos da figura de Pedro, como um dos protagonistas entre os apóstolos.

Tendo em mente essas considerações, não é estranho pensar que Pedro fosse bem conhecido pelas primeiras comunidades cristãs fora da Palestina.

894 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook