Uma janela sobre o mundo bíblico

João, autor do Apocalipse, foi tirado da ilha de Patmos. Quem tirou ele de lá?



  • Pergunta de Auricelio Marreiro da Silva, Jandira - SP
  • 744
  • 25/06/2019
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre João |


 Olá Auricelio Marreiro da Silva de Jandira - SP

Sua pergunta embora interessante, pode ser colocada no grupo das curiosidades. Quem conduziu, João de volta para Éfeso, com que navio foi, foi libertado a mando de quem, nada encontramos no texto escrito do Apocalipse. A tradição nos indica alguns acenos, a este respeito.

A Biografia de João fala que ele foi exilado, para ilha de Patmos, na perseguição do Imperador Romano Domiciano, por motivos de anuncio da pessoa de Jesus Cristo, contrariando a religião oficial do Império Romano. Na ilha de Patmos viveu em uma das tantas grutas existentes na Ilha, tendo tempo suficiente para escrever o Apocalipse. (conf. Apocalipse 1,19).

 

Como foi o retorno para o continente?

Uma vez que o imperador Romano Domiciano morreu, João teve a possibilidade de retorno a cidade de Éfeso. Certamente foi um contingente militar, que realizou este transporte, em navios que circulavam pelo mediterrâneo. Do texto do Apocalipse não obtemos nenhuma indicação. Na tradição apostólica alguns acenos.

Retornando para o continente, uma vez que a perseguição terminara, continuou presente na Igreja de Éfeso, onde em idade muito avançada faleceu no ano de 104 d.C. Seu corpo foi colocado embaixo do altar central, da igreja de Éfeso em sua homenagem. Hoje é possível visitar estes locais, tanto a gruta da Ilha de Patmos que abrigou João no exílio, e a Igreja de São João na cidade de Éfeso.

744 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook