A expressão a qual você se refere “grandes e pequenos”, usada na frase de Apocalipse 20,12 (Vi entãos os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e abriram-se os livros) traduz as palavras gregas “megaloi” e “mikroi”. O significado geral da frase vem do uso frequente na Bíblia de um modo de dizer que usa duas palavras extremas para indicar uma realidade global. Por exemplo “céu e terra” indicam o conjunto de todas as criaturas, “jovens e velhos” indicam pessoas de todas as idades.

Também no texto de Apocalipse 20,12 o autor quer sublinhar como toda a humanidade é submissa ao juízo de Deus e a expressão “grandes e pequenos” quer dizer simplesmente “todos”.

Se desejamos investigar o significado de cada um dos termos, um breve exame de algumas passagens do Novo Testamento nos diz o seguinte:
O termo “mikros” indica em geral pequenês no sentido social, a pouca importância que uma determinada pessoa tem. Essa característica se torna humildade espiritual quando indica aqueles que crêem em Jesus. Isso podemos ver em Mateus 18,6: “caso alguém escandalize um destes pequeninos (mikros) que crêem em mim, melhor seria que lhe pendurassem ao pescoço uma pesada mó e fosse precipitado nas profundezas do mar”. Nessa frase “os pequeninos” são citados em um contexto no qual se fala de crianças (v. 3: “em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos tornardes como as crianças de modo algum entrareis no Reino dos Céus”), mas o fato que Jesus se refira a “vós” sugere, generalizando, que Ele também nesse caso entende não as crianças, no sentido de idade, mas os simples que crêem nele.

Um texto que claramente fala da idade das pessoas é, por exemplo, João 8,9 (a mulher adúltera), todavia nesse caso são usados outros vocábulos: entre aqueles que queriam lapidar a mulher, vão embora um depois do outro, “dos mais velhos (presbiteroi) aos últimos (eskatoi)”.