Uma janela sobre o mundo bíblico

Gostaria de saber qual e o papel da mulher dentro da igreja e por que algumas igrejas não permitem que mulheres tenham um ministério?



  • Pergunta de Leticia Dumon, Curitiba
  • 17344
  • 30/12/2007
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Mulher | 1Coríntios


Leticia, juntamente com a resposta à sua questão, incluo também uma palavra sobre a pergunta enviada por Gabriel, de Ribeirão Preto que questiona: É permitido que as mulheres falem, orem ou ministrem a palavra durante as reuniões do povo de Deus?

O papel da mulher na Igreja é um tema muito importante e talvez pouco discutido. Atualmente, na vida de nossas comunidades, existem situações extremas que deveriam fazer refletir: em alguns lugares a mulher tem de cobrir a cabeça e não pode subir ao altar ou até mesmo falar durante o encontro; em outros, invés, é a líder da comunidade, que sem a sua perseverança não consegueria subsistir. É ela que ensina a palavra de Deus; é ministra da eucaristia, é catequista, é pastora e assim por diante. Esssa é a situação atual. Penso que no tempo da Bíblia não era diferente: existiam situações distintas e, às vezes, contraditórias.

Há autoridades das igrejas que pensam que os homens são os únicos que devem ter um certo papel dentro da assembléia. Tal tese não tem nenhum fundamento bíblico. Alguns dizem que a mulher na igreja deva ser submissa ao homem e trazem como fundamento o texto de 1Timóteo 2,9-15, onde se diz que a mulher não deve ensinar ao homem (veja por exemplo um texto no site 'Got Question'). Nesse caso, creio que fosse possível discutir os preconceitos de Paulo (e outros autores bíblicos) em relação às mulheres, mas absolutamente não sobre o papel da mulher na comunidade.

O protagonismo feminino já aparece no Antigo Testamento: pensemos a personagens como Miriã, Débora e Hulda. Além delas, no Novo Testamento, temos as Marias que acompanhavam Jesus, Priscina em Atos 18, Febe, que em Romanos 16,1 é considerada como uma diaconisa. Além disso é evidente que Paulo, quando escreve aos coríntios (1Coríntios 11,3), descreve como natural o papel da mulher na assembléia, onde ora e profetiza. Na mesma carta descobrimos que Paulo retém que os profetas são, a nível de importância, a segunda categoria dentro da igreja: aqueles que Deus estabeleceu na Igreja são, em primeiro lugar, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, doutores... (1Coríntios 12,28). Disso resulta evidente que as mulheres, eventualmente, na igreja podem exercer posição mais importante do que aquela dos ‘doutores’. Segundo Atos dos Apóstolos 13,1 os doutores são aqueles encarregados do ensinamento regular e ordinário nas comunidades.

Acredito que essas poucas linhas bastam para mostrar que a Bíblia não oferece nenhuma base para impedir o protagonismo das mulheres na liderança das nossas comunidades.

Se alguém, por maldade, quiser encontrar passagens bíblicas que excluem as mulheres, pode até mostrar algumas atitudes machistas, presentes na Bíblia (pois Deus, para escrevê-la, serviu-se de mãos humanas, condizionadas pela mentalidade do tempo), mas não estará sendo coerente com o princípio da mensagem de Deus.

17344 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook