Uma janela sobre o mundo bíblico

Quem nos ajuda a compreender a Palavra de Deus?



  • Pergunta de Bruno, Imperatriz
  • 4536
  • 04/03/2011
Ivete Holthmam

Leia mais sobre Bíblia | Bíblia |


A própria Escritura dá testemunho de si mesma. Lemos na 2ª Carta de Timóteo: “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir na justiça” (3,16). Ela mesma nos ensina os caminhos de Deus.
A primeira palavra que saiu da boca do Criador no princípio do livro do Gênesis é: “Haja luz”, e houve luz” (Gn 1,3). A impressão que temos é que da boca de Deus saiu a Luz. E é verdade, porque a Palavra é Luz. Não é a toa que o evangelista João vai unir as duas realidades dizendo que “o verbo se fez carne e, habitou entre nós” e mais tarde: “A luz veio ao mundo” (Jo 3,19). Palavra e luz se confundem. O caos começou a se transformar em cosmos. A ordem foi se impondo e os seres começaram a existir. Sobre o efeito da luz a matéria se anima. Fator que confirma o dinamismo de todas as forças.
A luz é designada como a fonte de toda a energia dentro da natureza. Não somente a luz faz surgir o mundo existente, ela suscita as formas diversificadas até o infinito. “Porque em ti está o manancial da vida; na tua luz vermos a luz” (Sl 36,9).
Nós também somos resultados dessa criação, em outras palavras, somos uma centelha que saiu da boca de Deus. O Evangelista afirma esta realidade: “Vós sois a luz do mundo”. Quando Jesus designou os discípulos como “luz do mundo” estabeleceu-os com uma grande tarefa. A missão da luz é iluminar, esclarecer, clarear, apontar caminhos.
Assim se expressa o salmista: “Tua Palavra é lâmpada para meus pés e luz para meus caminhos”. (Sl 119,105). Tanto “lâmpada” como “luz”, refletem uma mesma realidade. As duas iluminam o caminho, guiam os passos daquele que acredita, daquele que tem fé e se coloca como servo do Senhor.
Temos que compreender que sem a luz de Deus somos lâmpadas apagadas. Sem a sua Palavra não conseguiremos nos tornar seres completos. Aquele que observa a Palavra pode comparar-se a uma luz que nunca se extingue. Quem segue os caminhos do Senhor não tem medo, pois o Senhor é a Luz por excelência. E diz com segurança:”O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei”? (Sl 27,1). Portanto, se está iluminado em todas as ações. A bênção vem para responder tudo aquilo que Deus quer para nós:“Que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti” (Nm 6,25).Que a luz de Deus realmente esteja sobre cada um e cada uma. Que sejamos refletores dessa da luz divina.
“Assim diz o Senhor Deus, que criou os céus e os estendeu, que firmou a terra e o que ela produz que deu alento aos que a povoam e o sopro da vida aos que se movem sobre ela. Eu, o Senhor, te chamei para o serviço da justiça, tomei-te pela mão e te modelei, eu te constitui como aliança do povo, como luz das nações”. (Is 42,5-6). Esta é a missão de Israel:ser luz das nações . E todo aquele que adere a Aliança, através de Jesus Cristo, recebe o mesmo convite: “Vocês são a luz do mundo” (Mt 5,15). Como é possível ser luz? Naturalmente quem está próximo da luz é sabe para onde vai, não tropeça.“Eu sou a luz do mundo, quem me segue não anda nas trevas”. Ser discípulo missionário de Jesus, supõe o seguimento, supõe estar com ele que é Luz e proclamar a luz a todos os povos. Este é o caminho.

4536 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook