Entre os católicos a Mãe de Deus, Nossa Senhora, tem diferentes nomes: Aparecida, de Fátima, Das Dores, Das Graças, de Lurdes, de Copacabana, Rosa Mística, Medianeira, etc. Todos essas denominações se referem à mesma pessoa, Maria, a mãe de Jesus. Os diferentes modos de chamá-la é devido a lugares ou modos que ela eventualmente se manifesta (Lurdes, Fátima, Copacabana, Aparecida, etc.) ou por causa de certas características teológicas a ela atribuída (das graças, medianeira, etc.). Invés quando você encontra um nome acompanhado do adjetivo “santa” ou “santo” é uma outra pessoa cristã que viveu em determinado período e que foi declarado pela igreja católica como santo, modelo a ser seguido. É o caso de Santa Rita, uma santa italiana que viveu em Cássia, por volta de 1400.