Uma janela sobre o mundo bíblico

2Coríntios 2,14-17 pode ser comparado com os chamados a assumir a missão?



  • Pergunta de Sidneia, Itaipulandia
  • 12861
  • 17/08/2011
Luiz da Rosa

Leia mais sobre II Coríntios


Assim diz o texto que você menciona:

14 Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento.
15 Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem.
16 Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas?
17 Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus.

 

Paulo, na sua segunda carta aos habitantes de Corinto, na Grécia, recorda os fatos que aconteceram, sobretudo em relação à comunidade a qual se dirige. Parece que houve algum conflito entre ela e o apóstolo, coisa que o deixou muito magoado. A partir do versículo 14 Paulo interrompe essa descrição dos incidentes passados e começa a falar sobre o ministério apostólico. Ele continuará até o capítulo 7,5, quando retoma a descrição dos acontecimentos.

 

Paulo fala especificamente do seu ministério. Obviamente podemos considerar que essa missão cabe também a nós. De fato Paulo inclusive usa, no texto, o pronome "nós", sublinhando que também hoje participamos deste ministério. Quem é chamado - e todos nós o somos - deve ser "odor que da vida leva à vida", sem falsificar a Palavra de Deus.

12861 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook