Uma janela sobre o mundo bíblico

A Bíblia NTLH é uma tradução correta? É de acordo com os originais? É uma tradução válida para os católicos?



  • Pergunta de Marco Antonio Felicio, Porto Alegre
  • 57043
  • 28/08/2011
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Traduções da Bíblia |


O texto completo do Marcos era esse: Comprei a Bíblia NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje) na Paulinas (é uma bíblia protestante da Sociedade Bíblica do Brasil) mas com aprovação eclesiástica da CNBB. Em Eclesiástico 22-1 diz assim: "O preguiçoso é como um pedaço de papel higiênico usado; é um nojento que é desprezado por todos."

Pergunta: Esta tradução está correta? É de acordo com os originais? É uma tradução válida para os católicos?

 

Não é simples comprar uma bíblia. Existem diferentes tipos de traduções: textos bons e outros menos. De qualquer forma posso lhe dizer que a edição que você comprou é muito séria. Como podemos ler no site da Sociedade Bíblica do Brasil, foi desenvolvida pela Comissão de Tradução dessa entidade, como resultado de 12 anos de pesquisas. Tem uma linguagem "clara, exata e natural". Foi lançada no ano 2000. "Sem perder a fidelidade aos textos originais – hebraico, aramaico e grego –, adota uma estrutura gramatical e linguagem mais próximas da utilizada pelo brasileiro". "É voltada às pessoas que ainda não tiveram nenhum ou pouco contato com a Palavra de Deus e, por isso, é muito indicada como ferramenta de evangelização.

 

Cada vez que alguma editora cria um projeto de tradução da Bíblia, nos dias de hoje, se apoia numa equipe de espertos. Hoje é impossível criar novas versões da bíblia sem um projeto sério. É verdade que as vezes algumas editoras republicam textos antigos, com simplesmente uma capa nova. Nesse caso não há nenhum esforço por parte da editora. Por isso é muito importante ler a história da versão que se está comprando. Se não tem nada escrito, provavelmente não é uma boa versão.

 

O que há de particular nessa sua pergunta é a possibilidade de ver a relação entre a SBB e a CNBB, entre uma bíblia católica e uma protestante. De fato, no início a NTLH, publicada pela SBB não aparecem os 7 livros deuterocanônicos (apócrifos para os protestantes), mas na edição que você comprou eles estão lá. Prova disso é a questão que você coloca sobre o livro do Eclesiástico, um desses 7 livros. Eles foram acrescentados mais tarde. Visto esse passo feito pela SBB, as Paulinas, editora católica, com a aprovação dos Bispos Católicos, em 2004, publicou a sua edição da NTLH.

 

Depois desse digressão, vamos à sua pergunta, sobre Eclesiástico (Sirácide) 22,1. Você diz que o texto da NTLH diz: "O preguiçoso é como um pedaço de papel higiênico usado; é um nojento que é desprezado por todos."

Vejamos o que dizem outras versões.
Bíblia de Jerusalém: O preguiçoso é semelhante a uma pedra suja de lodo, todos zombam dele para sua infânia.
Ave Maria: Ao preguiçoso é atirado esterco, só se fala dele com desprezo.
CNBB: O preguiçoso é como a pedra cheia de lama: todos assobiarão contra ele, desprezando-o.
Edição pastoral: O preguiçoso é como pedra cheia de lodo, e todos zombam dele com desprezo.

Vamos ver o que diz o original, em grego:

Eclesiastico 22,1

O problema é o verbo ardalow, em grego. Aparece apenas nesse texto em toda a LXX e a sua tradução não é fácil. De qualquer forma, penso que "pedra cheia de lodo" é uma tradução possível, que respeita o texto grego. A tradução da NTLH "pedaço de papel higiênico usado" parece exagerada. Provavelmente na intenção dos tradutores havia a intenção de sublinhar o aspecto repugnante do preguiçoso, que aparece também no vocábulo grego, mas não com uma linguagem assim explícita.

Há vários casos como este em nossas bíblias. É muito interessante que começamos a nos dar conta deles e desse modo crescemos no conhecimento da palavra de Deus. É importante nos dar conta dessas "questões humanas" que contornam o nosso livro sagrado, sem contudo perder a fé.

57043 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook