Na Bíblia não existe um elenco de profissões. Se queremos descobrir quais são aquelas presentes temos que analisar a vida dos personagens bíblicos. A maior parte das profissões são aquelas inerentes ao mundo da agricultura. De fato o povo vivia sobretudo da agricultura e muitos do cuidado dos próprios rebanhos. Poderíamos dizer que o pastor é a profissão bíblica mais comum. Todavia, encontramos também algumas profissões particulares, tais como os carpinteiros, profissão que o próprio Jesus aprendeu, e os fazedores de tendas (Paulo). Lucas, por exemplo, era médico. Entre os apóstolos alguns eram pescadores. Existiam também os “funcionários públicos”, os cobradores de impostos.

O elenco pode aumentar, na medida que consideramos outros personagens. De qualquer forma o número das profissões naquele tempo certamente não era amplo como aquele de hoje e muitas profissões atuais não aparecem na Bíblia.