Uma janela sobre o mundo bíblico

Os quatro seres viventes de Apocalipse 4 tem a ver com os 4 Evangelhos?



  • Pergunta de Clodoaldo, Fortaleza
  • 73838
  • 08/10/2011
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Apocalipse


Olá Clodoaldo – Fortaleza!

Parte da pergunta foi respondida em 26/09/2009, e se referia ao símbolo dos quatro seres vivos. Esta pergunta agora acrescenta um elemento a mais, estes seres vivos podem ser entendidos como os quatro evangelistas.

Resumidamente retomamos a resposta do colega Luiz da Rosa e acrescentaremos alguns elementos para responder o final da pergunta.

 

A imagem dos quatro seres vivos na Bíblia.

João utiliza muitas imagens e símbolos no apocalipse. Ignorar estes elementos é passar despercebido pelo texto e nos levará a uma falsa compreensão ou interpretação. A preocupação da pergunta mostra que estas buscando a verdadeira compreensão do texto.

João retoma elementos do livro de Ezequiel quando fala dos quatro seres vivos em seu escrito, observemos em Ezequiel 1,5

“E do meio dela saía à semelhança de quatro seres viventes. E esta era a sua aparência: tinham a semelhança de homem;”

Ou ainda Ez 1,13:

No meio dos seres viventes havia uma coisa semelhante a ardentes brasas de fogo, ou a tochas que se moviam por entre os seres viventes; e o fogo resplandecia, e do fogo saíam relâmpagos.”

Ou Ezequiel 10,20:

“Estes são os seres viventes que vi debaixo do Deus de Israel, junto ao rio Quebar, e conheci que eram querubins.”

João conhecedor destes textos do Antigo Testamento reutiliza ajudando a comunidade  a entender a mensagem que queria mostrar em Apoc 4,6-11:

“6 também havia diante do trono como que um mar de vidro, semelhante ao cristal; e ao redor do trono, um ao meio de cada lado, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás;

7 e o primeiro ser era semelhante a um leão; o segundoser, semelhante a um touro; tinha o terceiroser o rosto como de homem; e o quarto ser era semelhante a uma águia voando.

8 Os quatro seres viventes tinham, cada um, seis asas, e ao redor e por dentro estavam cheios de olhos; e não têm descanso nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, e que é, e que há de vir.

9 E, sempre que os seres viventes davam glória e honra e ações de graças ao que estava assentado sobre o trono, ao que vive pelos séculos dos séculos,

10 os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante do que estava assentado sobre o trono, e adoravam ao que vive pelos séculos dos séculos; e lançavam as suas coroas diante do trono, dizendo:

11 Digno és, Senhor nosso e Deus nosso, de receber a glória e a honra e o poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade existiram e foram criadas.”

A visão de Ezequiel:

As visões de Ezequiel são importantes, pois falam de quatro seres viventes com quatro rostos diferentes, rostos que correspondem às quatro criaturas citadas em (Ezequiel 1,5-14). Para Ezequiel os seres viventes são os querubins (Ezequiel 10,9-17) e indica a missão e o papel destes querubins em defender e levar o trono de Deus conforme a vontade Dele. Uma vez que entendemos que os seres viventes citados por Ezequiel são os querubins, lembramos também dos querubins que ficavam acima da arca da aliança. Protegendo-a com suas asas.

 

Na visão de João

Na visão de João, os seres viventes o leão, touro, homem, águia, são semelhantes a quatro criaturas: Eles indicam os quatro seres mais fortes que estão liderando o universo físico. Estes quatro seres também evidenciam os quatro elementos que constituem o ser humano: O leão = sentimento, águia = intelecto, touro = instinto, homem = rosto. Em resumo podemos afirmar: que leão, touro, águia, homem, os quatro seres humanos do apocalipse (Ap 4,6-7), ou em Ezequiel (Ez 1,5-21), representam o que domina o mundo e o que é mais nobre, forte, sábio e ágil na criação.

 

Os quatros seres têm a ver com os evangelistas.

Respondendo agora a pergunta. Ao interpretarmos ao pé da letra o texto, não encontraremos por escrito uma relação dos seres vivos do apocalipse com os quatros evangelistas. Entretanto muitos estudiosos fazem esta interpretação desde a época de Irineu aproximadamente no ano 400 d.C.

 

A tradição católica

Os católicos no decorrer dos séculos, segundo a tradiçãotem atribuído a cada um dos quatro evangelistas (Mateus, Marcos, Lucas e João) um simbolismo. Desde os tempos de Constantino (aprox. 400 d. C.), a tradição cristã com Irineu de Lião, assim interpretou estes seres vivos.

- Atribui ao Evangelista Marcos, a figura do Leão (Apo 5.5), o Leão de Judá. A figura do Leão: aparece 28 vezes no Livro de Apocalipse, Jesus é chamado de Leão por Marcos. Contrapõe Jesus com o Imperador Romano. Jesus é o Salvador e não o Imperador.

- Bezerro: Lucas mostra toda humildade de Jesus através da figura do Novilho. É um animal de serviço, Jesus veio a terra para servir. Representa este aspecto do ministério de Jesus. Ou ainda lembra a abertura do evangelho de Lucas que acontece no Templo de Jerusalém, com seus sacrifícios rituais e purificações.

- Homem: Mateus mostra o lado humano de Jesus. O chama de "Filho do Homem". Seu evangelho inicia com a genealogia de Jesus. Jesus faz parte da historia do Povo de Deus.

- Águia: Representa o evangelista João e a idéia é apresentar Jesus como quem tem visão privilegiada. Alguém capaz de chegar aos altos céus. O primeiro capítulo de João apresenta Jesus como Deus. Seu lado Divino. Ele está muito acima de tudo o que podemos ver ou compreender. É o evangelho espiritual, e muitas passagens são difíceis de compreensão.

73838 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook