Uma janela sobre o mundo bíblico

Segundo a Bíblia, é pecado chamar alguém de idiota?



  • Pergunta de bruno, valadares
  • 166462
  • 26/09/2011
Silvia Togneri

Leia mais sobre Pecado |


Olá Bruno,

A sua pergunta nos trás uma boa reflexão a respeito de como estamos nos tratando, hoje, no mundo em que vivemos, às vezes, com um acentuado individualismo e competitividade, que pode até nos levar a usar palavras que causem danos, ofensas e até um sentimento de inferioridade à quem elas são dirigidas.

 

 No texto bíblico que está em Mt 5,22, encontramos referência a isso. Jesus dá suas orientações no Sermão da Montanha. Está no conjunto de Mt 5,21-26 = o ensino a respeito da ira ou de não cometer homicídio. Jesus dá um novo ensinamento que é mais abrangente do que existia anteriormente.  Em Mt 5,21, Jesus afirma que não se deve matar, mas quem matar deverá responder sobre isso diante do tribunal.

 

E no v. 22, Ele amplia ou complementa em relação a outras formas de provocar morte ou descrédito de alguém, pois: quem insultar seu irmão, com a palavra grega, raká, que é considerado um termo abusivo, com um significado mais provável de: tolo, burro ou cabeça-oca. Quem fizer isso estará também sujeito ao sinédrio, ou seja, será julgado.

 

Jesus ainda continua dizendo que quem chamar seu irmão com o adjetivo grego moré, que é traduzido para o inglês como foolish e para o português como: tolo, néscio, imbecil e tonto. Algumas traduções apresentam: “louco”. Aquele que agir assim estará sujeito a geena do fogo. Parece uma sentença muito dura para apenas uma palavra dita. Mas, o efeito que esta palavra pode causar, na pessoa a quem é dirigida, é que vai determinar essa sentença. No mundo em que estamos vivendo hoje, em que o frequente uso de palavras como essa, podem levar a pessoa a quem se destina, a fazer uma introspecção de um conceito falso sobre si mesma e até causar a exclusão do ambiente em que ela vive.

 

A respeito da palavra idiota que é um adjetivo, significa: pouco inteligente, estúpido, ignorante, imbecil. E também alguém portador de idiotia que é um atraso intelectual profundo, que se caracteriza pela ausência de linguagem e nível mental inferior a uma criança com idade normal de três anos.  

 

Precisamos ter o cuidado ao usar palavras que podem magoar muito e até matar nas pessoas a vontade de superar suas deficiências. Repreender uma pessoa por uma atitude inconveniente ou uma ofensa alguém, não significa que ela deva ser destratada ou diminuída diante das outras, quando usamos palavras como: idiota, tolo, burro ou imbecil.

 

 Lembrando Paulo que nos adverte em 1 Cor 10,23 que o que é lícito nem sempre convém e que todas as coisas lícitas nem sempre todas elas edificam. Jesus ao nos pedir para amar a Deus e ao próximo como a si mesmo, cf. Mt 22, 37-39, nos indica a necessidade de que saibamos medir a palavras que usamos no tratamento dos nossos semelhantes.

 

Que possamos ser pessoas ternas e misericordiosas como Deus é para com todos nós. (Is 63,15). 

166462 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook