O que acontece com Pedro uma troca de nome: recebe um novo nome. Esta prtica acontece outras vezes na Bblia. O exemplo mais significativo aquele de Abro, que se torna Abrao. Tal acontecimento tem um sentido teolgico muito importante. O novo nome, s vezes, na bblia pode ser uma metfora da misso a qual o personagem chamado. No caso de Abrao, chamado a ser pai de um povo numeroso (leia mais sobre este tema). Pedro, invs, chamado a ser a pedra sobre a qual edificada a igreja.

A passagem mais significante aparece em Mateus 16,18: Tu s Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja (veja tambm Marcos 3,16; Lc 6,14 e Joo 1,42). Essa troca de nome, ao menos em Mateus, acontece depois da profisso de f do apstolo: Tu s o Cristo, o filho do Deus vivo (Mt 15,16).

Infelizmente a lngua portuguesa no ajuda a entender a riqueza desta passagem (assim como a maioria das lnguas modernsa). Existe um jogo de palavra com o vocbulo Pedra, que em portugus se perdeu, pois o nome Pedro se tornou muito comum. Abaixo temos a frase de Mateus, sublinhado as palavras, em grego, Pedro e Pedra:
Bem-aventura s tu, Simo, filho de Jonas (...) Tambm eu te digo que tu s Petros e sobre esta Petra edificarei minha igreja. O vocbulo o mesmo, apenas so apresentados em caso diversos: o primeiro no nominativo e o segundo no dativo. Em aramaico, lngua que Jesus falava, provavelmente se dizia: tu s cefas e sobre esta cefas edificarei minha igreja (veja Joo 1,42)

Nas lnguas daquele tempo, portanto, evidente a relao entre Pedro e Pedra, coisa que em nossas tradues no mais evidente, pois dizendo Pedro no pensamos imediatamente em pedra, mas simplesmente em um nome prprio.

Clarificado este aspecto lingustico, permanece a questo do sentido deste nome. Uma resposta provavelmente deve ser encontrada no papel confiado a ele por Jesus. Seria o lder dos apstolos. De fato aparecem muitos dados no Novo Testamento que sustentam tal teoria: faz parte do grupo dos 3 priveligiados que seguem Jesus sobre o Tabor (Mateus 17,1); em nome de todos os apstolos professa a f em Jesus como Messias (Marcos 8,29); indicado, na primeira profisso de f, como o primeiro a quem Jeus ressuscitado aparece (1Corntios 15); Jesus ressuscitado o chama ao seguimento sem fazer perguntas, sinal dum amor que se abandona totalmente (Joo 21,15-23). Alm do mais, em Glatas 1,18 aparece claro, do comportamento de Paulo, a funo de lder que Pedro tinha na primeira comunidade crist. Apesar da sua funo e de uma personalidade forte, Pedro tambm marcado por uma luta contnua com sua f, aspecto que talvez lhe engrandece ainda mais. De fato capaz de reconhecer o prprio pecado, mas tambm consciente da misso que Jesus lhe confiou.