Uma janela sobre o mundo bíblico

Eu sou membro da minha Igreja há 10 anos e sempre fui fiel no dízimo, mas chegou um Pastor na nossa igreja e agente descobriu, que ele esta roubando na Igreja, falsificado notas para ganhar nas prestações de contas, deixei de devolver o dizimo, pois sou o 2 Tesoureiro da Igreja. Estou certo ou errado? Respondam-me por favor não sei mais o que fazer. Ajudem-me. Não quero errar perante Deus,



  • Pergunta de Jucimar Pereira, Jucurutu
  • 7767
  • 31/12/2011
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Dízimo | Pastor | Ezequiel


Olá Jucimar de Jucurutu!

Li com atenção tua preocupação e também a pergunta insistente em receber uma resposta. Na descrição parece que a primeira vista é mais um problema de moral comunitária do que uma questão Bíblica. Depois pensando melhor e repassando em minha mente citações bíblicas que poderiam ajudar a resposta encontrei muitas passagens Bíblicas que esclarecem tua pergunta, e que podem ajudar a entender a gravidade da ação que este Pastor esta praticando.

 

Lembro uma passagem Bíblica que fala a respeito dos Pastores:

Jesus é o bom Pastor, o texto do evangelho de João é muito significativo e responde plenamente tua pergunta:

“Eu sou o bom pastor: o Bom Pastor dá sua vida pelas ovelhas. O mercenário, que não é pastor, a quem não pertecem as ovelhas, vê o lobo aproximar-se abandona as ovelhas e foge, e o lobo as arrebata e dispersa, porque ele é mercenário e não se importa com as ovelhas”. (Jo 10, 11-14).

Nada melhor que este texto para servir de referência a todos os Pastores, para refletir no ministério realizado. A quem os Pastores estão atendendo, a eles mesmos ou a comunidade.

 

Um outro texto, do Antigo Testamento que sempre me impressionou, Ezequiel fala dos pastores de Israel, e em um dado momento incisivamente argumenta:

“Ai dos Pastores que se apascentam a si mesmos! ....Vós vos alimentais com leite, vos vestis de lã e sacrificais as ovelhas mais gordas, mas não apascentais o rebanho! Não restaurastes o vigor das ovelhas abatidas, não curastes a que está doente, não tratastes a ferida da que sofreu fratura, não reconduzistes a desgarrada, não buscastes a perdida, mas dominastes sobre elas com dureza e violência...” (Ez 34, 2-5).

Este texto bíblico é muito significativo e pode ser entendido e um sentido amplo. Pode ser aplicado, aos pais de famílias, aos pastores, aos lideres comunitários, aos governantes, em fim a todos que exercem serviços para a comunidade.

 

Penso, caro Jucimar, tua preocupação é correta, já que exerces uma função na comunidade. Talvez a comunidade (ou lideranças) poderiam se reunir com o Pastor e abrir um diálogo claro e positivo. Não seria acertando apenas você querer denunciar ou enfrentar, afinal esta situação atinge a todos.

 

A orientação bíblica é o caminho acertado, primeiro em particular, alertar, se não acontecer uma melhorar, ir falar com o interessado com 2 ou três membros da comunidade, se não obtiver nenhum resultado, então a comunidade deve alertar, e se não ouvir a comunidade decisões deverão ser tomadas.

 

Que Deus ilumine a todos vocês para encontrar um caminho de respeito, mas que busca aquilo que Deus quer que seja feito pela comunidade e seu Pastor.

7767 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook