Falar detalhadamente, como voc pede, de Cristo no Apocalipse implicaria num verdadeiro tratado especfico de cristologia. O espao que temos aqui nos limite a indicar alguns aspectos da figura de Jesus no ltimo livro do Novo Testamento, que aparecem sobretudo nos inmeros ttulos que so dados a Ele no livro .

Globalmente falando, Jesus representa, sem dvida, a figura central do Apocalipse. Especialmente nesse livro, Jesus apresentado de manera muito original em comparao com os outros escritos do Novo Testamento.

Para comprender melhor esse assunto, necessrio partir do termo com o qual o Livro conhecido: apocalipse, palavra grega, que significa revelao e, mais exatamente, a revelao da presena e da ao de Jesus ao lado do seu povo na sua histria concreta.

O contedo do livro, exprimido na linguagem simblica prpia do gnero literrio apocalptico (a literatura apocalptica muito antiga e textos desse gnero existiam j na poca do Antigo Testamento, inclusive aparecem no prpio AT e tambm no NT), tem o objetivo de educar os fiis a descobrir os traos da presena e da ao do Ressuscitado na histria da Igreja e ensinar como permanecer fiis a Ele nas provas e nos desafios.

Depois dessa apresentao, podemos considerar melhor a figura de Jesus atravs dos vrios ttulos, descobrindo o que eles significam. Esses ttulos resumem as differentes qualidades de Jesus, indicam o que Ele e o que Ele faz. No tempo pos-pasqual, quando Jesus nao mais visvel ao olhos, o cristo tem que saber como reconhec-lo, para comprender que Ele est presente, como e onde Ele age e quais os sinais que mostram que Ele continua vivo no meio da sua Igreja.

Elencamos aqui os ttulos:
Aquele que segura as sete estrelas em sua mo direita, o que anda em meio aos sete candelabros de ouro (2,1)
O Primeiro e o ltimo, aquele que esteve morto mas voltou vida (2,8)
Aquele que tem a espada afiada, de dois gumes (2,12)
O Filho de Deus, cujos olhos parecem chamas de fogo e cujos ps so semelhantes ao bronze (2,18)
Aquele que tem os sete espiritos de Deus e as sete estrelas (3,1)
O Santo, o Verdadeiro, aquele que tem a chave de Davi (3,7)
O Amm, a Testemunha fiel e verdadeira, o Princpio da criao de Deus (3,14)
O rebento (= a raiz) da estirpe de Davi, a brilhante estrela da manh (5,5; 22,16)

A maioria dessas expresses estam nas cartas s sete Igrejas, na primeira parte do Livro. So auto-apresentaes do prpio Cristo, o qual quer ser reconhecido assim pelas comunidades as quais Ele fala. Esses ttulos tm razes no Antigo Testamento e numa simbologia tpica que aqui no podemos aprofundir, mas globalmente se referem s qualidades divinas de Cristo, que guia as igrejas, conhece e revela seus pecados e suas boas qualidades, julga as situaes das comunidades e sugere os remdios. Mas tambem apresentam Jesus como Deus que permanece sempre ao lado dos fiis e os guia como faz o Re Davi, caminhando na frente deles e vencendo sempre. A meta alimentar a confiana nEle e assim de reforar e encorajar as comunidades.

Alm dos ttulos apresentados, individuamos tambm uma qualidade muito importante de Cristo apresentada pelo autor da Apocalipse: a sua ligao com a pessoa de Davi, o santo rei de Israel. Essa ligao tambem traduzida com alguns ttulos:

- A Testemunha Fiel, Primognito dos Mortos, Prncipe dos reis da terra (1,5; 3,14; 19,11; cf. Sal 89 que se refere a Davi)
- Aquele que tem a chave de Davi (3,7)
- O Leo da tribo de Jud, o rebento(= a raiz) de Davi (5,6; 22,16)
- O Filho varo que reger todas as naes com cetro de ferro (12,5; 19,15; cf. Sal 2 que se refere a Davi)
- O Rei dos Reis e Senhor dos Senhores (19,16)

A insistncia sobre o reinado davdico de Jesus tem uma razo. No capitulo 5, a primera vez que o autor do Livro apresenta Jesus-Davi, ele o insere numa moldura onde Cristo sobretudo Cordeiro. Essa espresso no Apocalipse se refere ao mistrio da vida e da morte de Jesus. Para o Autor do Apocalipse tudo isso significa que temos que ter presente simultaneamente as duas figuras, quando falamos de Cristo: Ele rei e cordeiro. O cordeiro esta de p, como imolado (5,8) e depois: pois foste imolado e, por teu sangue, resgataste, para Deus, homens de toda tribo... e eles reinaro sobre a terra (5,10). O Cristo rei porque foi imolado, porque passou pela paixo e pela morte. O seu reino um reino que tem o selo do amor que serve, que d a vida e resgata. No um reino como aqueles da terra. O cristo no pode crer num reino diferente daquele caracterizado pelo servir at s ltimas conseqncias.

A qualidade davdica de Jesus indica quem Ele e como age, e, ao mesmo tempo, revela algo sobre a prpia Igreja. Como Ele raiz, ela descendncia davdica, povo de reis destinado a superar sempre as provas e os desafios da vida, como est escrito nas promessas feitas a cada cristo que vence: conceder-lhe-ei autoridade sobre as naes; com cetro de ferro as apascenter... (2, 27 cf. Sal 2), e ainda eu serei seu Deus e ele ser meu Filho (21,7; cf. Sal 89; 2 Sam 7,14).

Essas so apenas algumas indicaes iniciais para ajudar na sua reflexo.