Uma janela sobre o mundo bíblico

O que seria uma bíblia tradução ecumênica? Eu, sendo catolica, posso ter uma?



  • Pergunta de cristiane, sao paulo
  • 27181
  • 28/12/2007
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Traduções da Bíblia |


Uma tradução ecumênica da Bíblia é uma tradução realizada em comum acordo entre exegetas de diferentes confissões, como os católicos, protestantes e ortodoxos. O fato é extraordinário porque existem diversos pontos de conflito entre as confissões a respeito de livros bíblicos, seja sobre a autoridade que cada livro tem, seja sobre a interpretação que se deve dar a certos textos.

Embora existam diversas iniciativas nesse sentido, sobretudo fora do Brasil (leia sobre um projeto na Alemanha), há uma bíblia ecumênica que é por antonomásia a “Bíblia Ecumênica”. Trata-se de uma obra realizada, primeiro de tudo, em francês e em seguida traduzida para o português e publicada em 1994 pela Loyola (O Novo Testamento foi publicado em 1987). Essa edição é conhecida como TEB (em francês: TOB). Existe também uma edição digital, produzida em colaboração com a PUC do Rio de Janeiro, realizada em 1997, que, além do texto e as notas, traz outros materiais de estudo, como dicionários, mapas e imagens bíblicas.

O projeto foi iniciado em 1963 graças à inspiração do padres domenicanos, responsáveis pela Bíblia de Jerusalém. Pensando na revisão dessa versão, convidaram diversos especialistas protestantes e então nasceu a idéia da tradução ecumênica. O trabalho começou pela tradução da Carta aos Romanos e depois seguiu a sua estrada. A edição foi coordenada pela Federação de Sociedade Bíblicas (Alliance Biblique Universelle) e a editora Du Cerf. A obra final foi publicada em 1975-76. Cada texto foi traduzido por uma equipe ecumênica, coordenada por 4 pessoas, duas católicas e duas protestantes. Depois de concluída, a versão foi apresentada aos ortodoxos e a aproximadamente 100 críticos, que deram os seus pareceres.

Sabemos que no Antigo Testamento existe um problema quanto aos livros e também quanto à ordem dos livros. O resultado foi que, para os livros aceitados por todas as confissões, adotou-se a ordem dos livros conforme aparecem na bíblica hebraica. Em seguida foram colocados os livros que os católicos chamam de deutero-canônicos e os protestantes de apócrifos. O livro de Ester foi apresentado em duas versões, uma conforme o texto grego e outra conforme o hebraico. Os acréscimos em grego a Daniel foram colocados no seu local, mas em cursivo.

Na apresentação da obra se lê que não faltaram os conflitos entre os tradutores, mas a novidade é que eles foram resolvidos em clima fraterno.

Em 2004 foi feita uma revisão da tradução e das notas dos 5 primeiros livros da Bíblia.

O texto em francês da Bíblia Ecumênica pode ser lido OnLine, no site da editora Du Cerf

Uma bíblia ecumênica é sempre uma coisa muito positiva e você não deveria ter nenhum escrúpulo em ter uma. Sobretudo a TEB é uma excelente versão. Há duas versões nas livrarias: uma com muitas notas e outra com menos. Se quiser uma bíblia que seja um instrumento de estudo, compre aquela com muitas notas, embora custe um pouco mais.

27181 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook