Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual o significado de Gênesis 24,47: Então eu coloquei este anel em suas narinas e estes braceletes em seus braços



  • Pergunta de Alexandre Godoy, Brasília
  • 22514
  • 14/03/2012
Luiz da Rosa

O capítulo 24 do Gênesis conta o processo que conduziu ao casamento de Isaac, filho de Abraão, com Rebeca. O servo mais velho do patriarca Abraão é encarregado de encontrar uma esposa na terra de Abraão, evitando que Isaac se casasse com uma jovem cananeia. O servo encontra a jovem Rebeca num poço. Esta lhe oferece água para saciar a sua sede e também aquela de seus camelos. Esse era o sinal que dizia que Rebeca era a pessoa justa para se tornar esposa de Isaac. Então o servo de Abraão coloca, como diz o versículo 47 (lembrando o versículo22) um anel nas suas narinas e braceletes em seus braços.

É uma história bem conhecida. Acredito que a sua pergunta não tem a ver com a história em si, mas com o provável piercing no nariz. Tudo isso não é absolutamente estranho para a cultura semítica, para a cultura em cujo contexto deve ser colocada essa narração do livro do Gênesis. Até hoje é normal ver os beduínos muito enfeitados, com brincos, colares e braceletes. Talvez é o nosso puritanismo que cria preconceitos, mas não há bases bíblicas para ele.

O texto efetivamente quis dizer que o servo de Abraão, tendo encontrado a esposa para a filho do patrão, a adorna com enfeites que simbolizam riqueza e também dignidade.

 

Um paralelo muito semelhante pode ser indicado no profeta Ezequiel, quando ele, simbolicamente, conta a história da cidade de Jerusalém. No capítulo 16 o profeta diz que Deus tirou Jerusalém da catástrofe e a tornou uma cidade digna, rica, cheia de fama. Para descrever essa situação gloriosa, causada pela bondade de Yahweh, o profeta assim caracteriza Jerusalém:

Eu te cobri com vestes bordadas, te calcei com sapatos de couro fino, eu te cingi com uma faixa de linho e te cobri com seda. Eu te cobri de enfeites: pus braceletes nos teus punhos e um colar no teu pescoço; pus uma argola no teu nariz e brincos nas tuas orelhas e um belo diadema na tua cabeça. Tu te enfeitaste de ouro e prata; teus vestidos eram de linho, seda e bordados. Alimentavas-te de outro e prata; teus vestidos eram de linho, seda e bordados. Alimentavas-te de flor de farinha, mel e azeite. Assim te tornavas cada vez mais bela, até assumires ares de realeza. (Ezequiel 16,10-13).

Jerusalém então, orgulhosa do seu estado, acusa Ezequiel, se prostituiu. Contudo essa ação da cidade não é derivada da sua beleza, mas do seu pecado. A beleza com que foi vestida era obra de Yahweh!

 

Se você, no fundo, queria saber se se trata de um caso de piercing, a resposta é afirmativa.

22514 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook