Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual é o Projeto de Deus?



  • Pergunta de Luis, Delaes
  • 22218
  • 06/06/2012
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Povo de Israel | Êxodo


Olá Luis!

 

O Projeto de Deus encontramos no Antigo Testamento, onde o livro dos Juízes mostra o que implica assumir este Projeto Divino e os livros de 1 e 2 dos Reis mostra como o Povo de Deus corrompeu este Projeto. Para facilitar a compreensão utilizaremos mais da história bíblica que já conhecemos do que uma analise complicada.

 

O Projeto de Deus e suas características.

Encontrar as características deste Projeto de Deus é um bom começo para entendê-lo. As características facilitam a compreensão e amplitude do Projeto. Os povos que vizinhavam o Povo de Deus, o Egito e a Babilônia eram sociedades hierarquizadas.

 

Origem do Povo de Deus.

Pelos anos de 1250 A. C. O povo de Israel organizou para si uma sociedade diferente de seus vizinhos: Estas nova organização social chamou-se: Sociedade igualitária. Este fato aconteceu na aliança de Siquém. A sociedade que surge esta baseada na solidariedade com todos, em outras palavras uma sociedade igualitária. Basicamente esse era o Projeto de Deus.

 

O Projeto de Deus na dimensão política e social.

Organização do Povo de Deus

Esta sociedade igualitária era formada por células menores, as famílias que receberam o nome de família Patriarcal, onde o homem era seu chefe. As famílias eram organizadas em Clã que viviam ligadas umas as outras formando confederações. Os grupos de famílias conservavam a sua própria autonomia.

 

A organização do poder.

O poder era participado e autônomo, conforme Êxodo 18,13s. Cada família resolvia seus problemas, sendo levada para tribo somente quando a todos envolvia. Cada família tinha obrigações com seu clã, essa por sua vez a tribo e a tribo para com a assembleia do Povo.

 

Leis comuns para todos.

Todas as leis eram aprovadas por todos e garantiam a igualdade entre todos. As leis defendiam os pequenos da ganância dos grupos. Os 10 mandamentos, era utilizado para defender os pequenos da ganância dos grandes.

 

Um exército emergencial.

Não possuía exercito organizado. Somente em perigo de invasão se organizava a defesa.

 

O exercício da Liderança.

Encontramos no povo de Deus uma liderança e serviços partilhados. Eram respeitadas as escolhas e a prioridade era a capacidade do indicado. Não se admitia que o poder passasse de pai para filho. As decisões para os diferentes cargos eram tomadas sempre com a participação de todos em assembleia geral.

 

O conhecimento era para todos:

Todos tinham oportunidade de estudar e conhecer o novo abecedário, que era formado por 25 letras.

 

O Projeto de Deus na dimensão religiosa:

O Povo de Deus era Monoteísta.

Para o povo de Deus a dimensão religiosa se baseava na crença monoteísta de um só Deus.

Este Deus único assim era visto:

- estava atento ao sofrimento do Povo.

- a opressão era combatida.

Libertou seu povo e conduzir para uma terra nova. Onde haveria nova ordem social, fraternidade e justiça.

 

O Projeto de Deus na dimensão religiosa.

Exercício do sacerdócio.

Os sacerdotes não possuíam terras. Seu trabalho era um serviço ao Povo em nome do Deus único. Eram sustentados pelo dízimo.

O culto era descentralizado.

Os sacerdotes não tinham como trabalho básico as celebrações, mas animar e conduzir o Povo. Os chefes de família podiam presidir o culto.

Um culto de compromisso com o Projeto divino.

O Povo de Deus celebrava a vida e os fatos que envolviam o Projeto de Deus. Este projeto deveria transformar constantemente a social e a sociedade.

 

O Projeto de Deus na dimensão econômica.

A organização do trabalho:

Não existia exploração do trabalho. Cada família possuía seu pedaço de terra, nela trabalhavam e tiravam seu sustento e vendiam o excedente.

 

Concluindo:

Infelizmente este projeto teve pouca duração em torno de 200 anos. Esta tentativa que surgiu na antiguidade é fato único na história de todos os povos. Não foi perfeito, mas houve a tentativa. A tentação de voltar a ser igual às potências vizinhas foi pouco a pouco corroendo as bases do Projeto Deus e aconteceu a decadência.

Os profetas tentaram levantar a voz e implorar o retorno do povo ao Deus único e a seu Projeto.

Mais tarde Deus envia seu Filho Jesus para novamente afirmar que o amor do Pai não acabou e que o Projeto de Deus deveria sobreviver.

22218 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook