Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que Jesus escolheu um burrinho para entrar em Jerusalém? Tem algum mistério aí?



  • Pergunta de Eduardo Pereira, Jandira
  • 139710
  • 12/06/2012
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Burro | Jerusalém | Lucas


Olá Eduardo Felipe Pereira de Jandira!

Jesus entra em Jerusalém montado em um burrinho!

Assim a narrativa de Lucas 19,29-31 apresenta a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, na semana derradeira antes de sua morte e ressurreição:

29 Ao aproximar-se de Betfagé e de Betânia, junto do monte que se chama das Oliveiras, enviou dois dos discípulos,

30 dizendo-lhes: Ide à aldeia que está defronte, e aí, ao entrar, achareis preso um jumentinho em que ninguém jamais montou; desprendei-o e trazei-o.

31 Se alguém vos perguntar: Por que o desprendeis? respondereis assim: O Senhor precisa dele. (Lucas 19,29-31)

 

Na verdade a escolha de um burrinho não apresenta nenhum mistério se fizermos uma leitura, tendo presente o fio condutor de toda a narrativa dos evangelhos e da maneira com que Jesus apresenta seu Projeto divino. Recordando alguns fatos, Jesus que nasce na gruta de Belém sendo aquecido por um jumento e uma vaca. Jesus que vai ao encontro de tudo o que está perdido em Israel. Cura o leproso, o cego, o paralítico, o homem da mão seca, ressuscita o filho da viúva de Naim, etc. Sua mensagem é contundente e vai contra a corrente da época. Quer salvar o que esta perdido.

 

Entrada de Jesus em Jerusalém sinal de coerência com o Plano divino.

Na entrada de Jesus em Jerusalém ele não podia fazer de outra maneira senão entrar em Jerusalém com o meio de transporte da população, o burrinho, este era o meio de transporte das pessoas e era utilizado como meio de carga. A Bíblia esta povoada de fatos que narram à presença e a utilidade do burrinho.

Jesus utilizando este meio transporte diz que não precisamos nos impor pela força usando um cavalo, que era considerado um instrumento de guerra e poder. Sua força e conhecimento observam outros critérios.

 

Uma segunda razão é para que a escritura do Antigo Testamento fosse cumprida

A montaria que Nosso Senhor Jesus escolhe é um burrinho! Talvez nós, presunçosos, tivéssemos escolhido um imponente cavalo. Porém, Jesus não se guia por razões meramente humanas, mas por critérios divinos. Isto sucedeu – anota São Mateus – para que se cumprissem as palavras do profeta Zacarias 9,9:

“Dizei à filha de Sião: eis que o teu rei vem a ti, manso e montado sobre um jumento, num burrico, filho de jumenta” (Zacarias 9,9).

 

A Bíblia de Jerusalém comentando a palavra jumento = burrinho nos diz: “renunciando aos ornamentos dos reis históricos, o rei messiânico terá a antiga montaria dos príncipes. Cristo realiza esta profecia no dia de Ramos” (conf. Bíblia de Jerusalém, edição 1989, pág. 1813)

O evangelho apresenta o contraste: Jesus Cristo o filho de Deus, possui um burrinho por trono. Nós, criatura humanas limitadas, nos consideramos vaidosos e soberbos: queremos ser mais que os outros, chamar a atenção esperando que nos louvem.

Este burrinho, que não valia nada; indicava que na humildade está a verdade, ele passa ser um depositário dos dons de Deus; abrindo caminhos divinos na terra, mostrando aos homens e mulheres do nosso tempo que podem ser santos quando cumprimos o trabalho profissional e os deveres de cada dia.

Caro , Eduardo Felipe Pereira, o mistério do uso de um burrinho por Jesus na entrada de Jerusalém é a chave da compreensão da própria mensagem de Jesus e de seu projeto para a humanidade. Os caminhos de Deus não são os nossos caminhos. Precisamos aceitar Jesus se quisermos entender sua mensagem, caso contrário passaremos a ser fariseus, não entendendo mensagem de Jesus embora tenhamos olhos abertos (é o caso das Parábolas).

139710 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook