Uma janela sobre o mundo bíblico

Durante quantos anos Noé pregou o Evangelho?



  • Pergunta de Mateus Langa, Luanda
  • 23656
  • 17/07/2012
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Noé |


O que sabemos de Noé está escrito em Gênesis, a partir do capítulo 6. A sua história é intimamente ligada à narração bíblica sobre o dilúvio, uma grande catástrofe que tem por objetivo implementar uma nova ordem na terra, depois do pecado do ser humano.

O texto sagrado diz que "Noé encontrou graça aos olhos de Iahweh" (Gênesis 6,8). Diz ainda, no versículo seguinte, que "Noé era um homem justo, íntegro entre seus contemporâneos, e andava com Deus".

A história de Noé termina em Gênesis 9. No final do capítulo o texto diz: Depois do dilúvio Noé viveu 350. Toda a duração da vida de Noé foi de 950, depois morreu (Gênesis 9,28).

 

O grande mérito de Noé foi de ser justo. Por isso foi escolhido para salvar o mundo criado. Nesse sentido poderíamos dizer que ele pregou o Evangelho, a boa nova, a mensagem de Deus. Todavia não podemos pensar, se tomamos a figura de noé como um personagem histórico, que ele saiu pelo mundo anunciando, com sua palavra, a mensagem divina. Não era esse o modo de seguir Deus no Antigo Testamento. A exceção são os profetas, que proclamavam a Palavra que Deus lhes transmitia. Todavia, se queremos falar tecnicamente de pregação do Evangelho, da transmissão da mensagem de Cristo através da pregação, então temos que esperar a vinda de Jesus e isso só começa com os apóstolos. E as façanhas de Noé, sempre se ousarmos falar de historicidade desses fatos, teriam ocorrido antes de Abraão, dos Patriarcas, há cerca de 1500 anos antes que Jesus nascesse.

Leia também essa resposta, que fala de Noé citado em 2Pedro 2,5

23656 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook