Uma janela sobre o mundo bíblico

O que quer dizer este versículo de Mateus 25, 29 “Porque a todo o que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até aquilo que tem ser-lhe-á tirado”.



  • Pergunta de Silvio, Caçapava / RS
  • 94411
  • 26/09/2012
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Parábolas | Talentos |


Olá Silvio de Caçapava / RS 

A pergunta se encontra no final da parábola dos talentos. Está Parábola conhecemos muito bem. Lemos, ouvimos nas pregações e tentamos entende-la. A Parábola dos talentos sempre mexe com a agente, nos perguntamos se estamos correspondendo a vontade de Deus em seguir o seu ensinamento. Algumas passagens da Parábola temos até dúvidas, é o caso deste versículo

 

29 porque a todo aquele que tem será dado, e terá em abundância; mas daquele que não tem, até o que tem será tirado.” (Mateus 25,29) Bíblia de Jerusalém.

 

Entendendo o versículo 29:

 

O final da Parábola fala do servo que enterra seus talentos e que apresenta ao Senhor as razões de sua atitude. O ensino da Parábola é radical, “seu talento é tirado e dado ao que tem dez talentos”.

Desta parábola dois ensinamentos importantes podemos tirar:

- Primeiro ensinamento: Não existem desculpas para nossa omissão em deixar de fazer a obra de Deus. A omissão na obra de Deus, tendo conhecimento que recebemos dons e talentos para executá-la, leva o cristão a pecar contra Deus por negligência.

- Segundo ensinamento: Enterrando os talentos recebidos, perdemos até as bênçãos divinas que tenhamos recebido. A Parábola é clara, perda do talento para quem tem dez. Para o servo que não se compromete resulta o seguinte:

 

28 Em seguida ordenou: Tirai-lhe, o talento que tem e dai-o aquele que tem dez. 29 porque a todo aquele que tem será dado, e terá em abundância; mas daquele que não tem, até o que tem será tirado.” (Mateus 25,29) Bíblia de Jerusalém.

 

A parábola nos indica um caminho a percorrer, no cultivo dos talentos, e nos diz que por mais que eu tenha talentos, se eu me omitir do meu dever de multiplica-los, outra pessoa ocupará o meu lugar e realizará o trabalho. Deus capacitará a esta pessoa disposta a seu serviço com os talentos que eu tinha escondido, e esta pessoa com meus talentos prosseguirá a obra de Deus. A Parábola ainda vai mais longe e se eu for omisso e relapso perderei até as bênçãos de Deus, e restará para mim verei o outro irmão prosperando através de seu serviço no reino de Deus.

 

Concluindo ensinamento:

 

Esta parábola dos talentos nos incentiva a fugirmos da mediocridade ou de uma vida apática, mobilizando todas as nossas energias e potencialidades recebidas por Deus que são os talentos. Somos chamados irrestritamente à santidade de Deus, que não esta fundamentada na materialidade da vida, mas na confiança da presença de Deus nas iniciativas que são para Deus.

 

Fonte: Ivo Storniolo, Como ler o Evangelho de Mateus, Paulus,1991

Bíblia de Jerusalém, 1981

CNBB, Ele está no meio de nós Semeador do Reino, Evangelho de Mateus, Paulinas,1998

94411 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook