Uma janela sobre o mundo bíblico

Quantas vezes aparece na Bíblia o nome Diabo e Satanás?



  • Pergunta de Daniel, Fortaleza
  • 34547
  • 14/09/2012
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Demônio |


Satanás aparece 59 vezes (23 no AT  e 36 no NT) e demônio 37 vezes (no Novo Testamento). A palavra  “satanás” é de origem hebraica, enquanto que "diàbolos" (diabo/demônio) é grega.  Esse segundo termo foi usado pelos tradutores gregos da Bíblia (LXX) para traduzir nessa língua a palavra hebraica "Satanás". 

’Satanás’ significa ‘adversário’, ‘acusador’ e indica um tipo de ministério público que no livro de Jó é descrito como presente na corte celeste e tem a função de denunciar os pecados das pessoas. ‘Diabo’, invés, significa, em grego, ‘aquele que divide’ e o termo tem somente uma sentido negativo: é aquele que tenta, que procura com todos os meios de separar o homem de Deus. Este aspecto predominerá na concepção bíblica e Satanás se torna a presença obscura na história, que tenta fazer com que a balança da liberdade humana pese mais na direção do mal, em oposição à graça divina que faz com que ela pese para o lado do bem.

Cristo fala diretamente com o demônio, como se fala com um interlocutor pessoal. Os diálogos de Jesus com ele representam um tipo de batalha contra o mal. O ‘adversário’, de fato, espalha o joio da corupção; tem seguidores entre os quais podem aparecer até mesmo os discípulos de Jesus. É famoso o caso quando Jesus reage contra Pedro definindo-o um ‘satanás’ por que ‘não pensa conforme Deus, mas segundo os homens’ rejeitando o camino da cruz (Mateus 16,23).

34547 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook