Uma janela sobre o mundo bíblico

Aonde Jesus estava quando os discípulos tentaram, sem conseguir, expulsar o espírito maligno do menino epilético?



  • Pergunta de Marcos, Mauá
  • 6370
  • 05/11/2012
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Jesus |


Esse episódio é contado pelos 3 evangelhos sinóticos: Mateus 17,14-20Marcos 9,14-29 e Lucas 9,37-43. Em todas as 3 narrações a situação é a mesma: um pai tem um filho que sofre com um espírito que o toma. Primeiro pede aos discípulos que o libertem desse mal, mas nada sucede. Chegando Jesus, o pai apresenta o filho a Ele e Jesus o cura. Diante das palavras do pai, que diz que os discípulos nada puderam fazer, Jesus reage dizendo: "Ó geração incrédula e perversa, até quando (estarei convosco e - Lucas!) vos suportarei?"

Uma possível resposta a sua pergunta pode vir do contexto do texto, como narrado pelos evangelistas. Todos colocam esse fato depois da Transfiguração. Sabemos que Jesus sobe a montanha, com Pedro, João e Tiago, para rezar. Lucas começa a sua narração do endemoninhado epiléptico dizendo: "No dia seguinte, ao descerem da montanha...". Então podemos imaginar que enquanto Jesus estava sobre a montanha, uma multidão, junto com os seus outros discípulos, tivesse ficado aos pés dela, esperando que Jesus descesse. Pode ser que foi nesse momento que o pai se apresentou aos discípulos com o filho endemoninhado. Jesus estava sobre a montanha e os próprios discípulos teriam tentado liberar o filho da sua doença.

Todavia a mensagem central dessa passagem é a questão da fé. Isso é evidente em Mateus, quando os discípulos perguntam por que não puderam expulsar aquele demônio. Jesus, nesse momento, responde:

Por causa da fraqueza da vossa fé, pois em verdade vos digo: se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a esta montanha: transporta-te daqui para lá, e ela se transportará, e nada vos será impossível" (Mateus 17,20).

6370 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook