Uma janela sobre o mundo bíblico

Sempre cismei com algo que acho incoerente: Jesus, na cruz, disse a um dos ladrões: "hoje mesmo estarás comigo no pararaíso". Entretando, no dia seguinte, os soldados foram obrigados a quebrar as pernas deles pois ainda estavam vivos. Como explicar?



  • Pergunta de Ronaldo, Florianópolis
  • 7323
  • 10/01/2013
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Vida depois da morte |


Todos os evangelhos falam de ladrões crucificados com Jesus. Sublinham como "zombavam" de Jesus. Apenas Lucas conta a história do bom ladrão, que defende Cristo. Este mesmo ladrão pede que Cristo lembre dele. É então que Jesus, na cruz, lhe diz: "hoje estarás comigo no Paraíso" (Lucas 23,39-43). Os 3 primeiros evangelhos (evangelhos sinóticos) não dizem nada a respeito dos ladrões após a morte de Jesus; não dizem que tiveram as pernas quebradas. Quem dá essa notícia é João (19,31-35):

Como era a Preparação, os judeus, para que os corpos não ficassem na cruz durante o sábado pediram a Pilatos que lhes quebrassem as pernas e fossem retirados. Vieram, então, os soldados e quebraram as pernas do primeiro e depois do outro, que fora crucificado com ele.

Não há incongruência

Na verdade a sua reflexão não procede, por dois motivos:

1. Você une duas narrações que na Bíblia não estão juntas: a história do bom ladrão a quem Jesus diz que estará com ele no Paraíso é contada por Lucas e a dos ladrões com as pernas quebradas aparece em João.
Não podemos unir os evangelhos como se fossem uma única obra, pois cada texto tem a sua autonomia, tem uma mensagem própria. Portanto precisa ler cada evangelho em modo singular, independente um do outro.

2. João, quando diz que os soldados quebram as pernas dos ladrões (daqueles crucificados com Cristo), sublinha que essa ação aconteceu no mesmo dia quando Jesus foi crucificado, antes que começasse o Sábado (começa com o pôr do sol). Não há nenhuma menção ao "dia seguinte".

7323 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook