Uma janela sobre o mundo bíblico

Jesus defendeu tanta gente e por que ele não defendeu a si próprio?



  • Pergunta de Alex Martins Santiago, Itaquaquecetuba / SP
  • 3513
  • 13/03/2013
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Jesus |


Olá Alex Martins Santiago de !Itaquaquecetuba / SP. Esta pergunta nos faz pensar neste tempo em que vivemos e nos preparamos para a festa da Paixão, morte e ressurreição de Jesus, a Páscoa

Na narrativa da Paixão encontramos pergunta semelhante a esta dirigida ao site, que expressa o escarnecimento e as injurias que Jesus recebeu na cruz: o texto assim é narrado por Mateus 27,39-44.

“27, 39 E os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça40 e dizendo: Tu, que destróis o santuário e em três dias o reedificas, salva-te a ti mesmo; se és Filho de Deus, desce da cruz. 41 De igual modo também os principais sacerdotes, com os escribas e anciãos, escarnecendo, diziam: 42 A outros salvou; a si mesmo não pode salvar. Rei de Israel é ele; desça agora da cruz, e creremos nele; 43 confiou em Deus, livre-o ele agora, se lhe quer bem; porque disse: Sou Filho de Deus. 44 O mesmo lhe lançaram em rosto também os salteadores que com ele foram crucificados” (Mateus 27, 39-44) Bíblia Almeida

Mateus quer mostrar como estão vendo Jesus na cruz todos àqueles que o conheceram, ouviram ele e esperavam um Messias restaurador do Estado de Israel. Passam por Jesus as multidões, as autoridades constituídas, os sumos sacerdotes, os doutores da lei, anciãos e até os revolucionários (os dois ladrões aos lado de Jesus), a atitude de todos eles é bem clara, eles só viam ou melhor confiavam no poder, num messias poderoso, e Jesus na cruz representava ao contrário, ele queria ser um Rei de de Justiça e que liberta as pessoas de todas as amarras.

Concluindo tantos os poderosos do tempo de Jesus como os humildes só acreditavam na liberdade que viesse pela força e o poder. Jesus representava o contrário, por isso foi escarnecido: Se defendeu tanta gente, porque ele não defendeu a si próprio!

Faltou para os contemporâneos de Jesus, a compreensão de seu evangelho e ensinamento. Faltou a conversão para segui-lo.

3513 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook