Uma janela sobre o mundo bíblico

O que significam os termos "textus receptus" e "massora"?



  • Pergunta de Maria Aurilenede Souza, Fortaleza / CE
  • 5143
  • 17/03/2013
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Crítica textual


 Maria Aurilene Fernandes de Souza de Fortaleza /CE!

Entendemos como “Textus Receptus” uma compilação dos textos contidos em manuscritos, compondo um único texto para todo o Novo Testamento.

Erasmo de Roterdão em 1516, fez a primeira cópia. Seguindo-se outras cópias de Beza, Estienne, pelos Elzevirs e outros.

As edições principais do Textus Receptus foi de Estienne de 1550 (a terceira) e a edição dos Elzevirs de 1633.

O Textus Receptus foi utilizado para formação da Bíblia de Lutero em 1522, a de Tyndale em 1526, e a do rei James em 1611, e também para a tradução de João Ferreira de Almeida para o português em 1681.

A origem do nome "Textus Receptus"

A origem está no prefácio da edição de 1633 (dos irmãos Bonnaventura e Abraão Elzevir) com palavras latinas: Textum ergo habes nunc ab omnibus receptum, in quo nihil immutatum aut corruptum damus (Tens, portanto, o texto agora recebido por todos, no qual nada oferecemos de alterado ou corrupto). As palavras "textum" e "receptum" passam para o caso nominativo formando "Textus Receptus".

 

O significado de Massora

Para o significado de Massora ou Mesora entendemos como vocábulo de origem hebraica (Hebraico מסורה), com o significado de transmissão de qualquer tradição (religiosa).

Ampliando o sentido de Masssora, o termo pode referir-se à inteira corrente da tradição Judaica; A lei oral da Tora Judaica.

O termo refere-se também diretamente à tradição dos Massoretas, usada para determinar o texto preciso da Tanak (Bíblia Hebraica).

Os Massoretas ou Massoréticos eram escribas judeus que se dedicaram a preservar o Antigo Testamento. Os massoretas são considerados os formadores da gramática hebraica. O Texto tradicional de consoantes (o hebraico não tinha vogais), graças a um sistema de pontuação inventado pelos Massoretas veio atender a acentuação vocálica. Com isso, eles padronizaram uma pronúncia das palavras do texto, tornando-o igual para qualquer pessoa que o lesse.. A comunidade hebraica tinha muita dificuldade em pronunciar corretamente, conforme a pronúncia original, muitas vezes desvirtuando a palavra.

5143 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook