Uma janela sobre o mundo bíblico

O local do Batismo de Jesus foi próximo ao mar de Tiberiades ou na desembocadura do rio Jordão, no Mar Morto?



  • Pergunta de Eliel Sousa, Brasília / DF
  • 19274
  • 20/05/2013
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Rio Jordão |


 Olá Eliel Sousa de Brasília /  DF!!

Para os peregrinos que vão visitar os lugares bíblicos em Israel existem dois lugares considerados como o do Batismo de Jesus.

Próximo ao Mar da Galiléia interpretação aceita pelos evangélicos.

Para os evangélicos, foi preparado um lugar na Galileia perto do Mar de Tiberíades (ou mar da Galileia ou Kinereth) na saída do rio Jordão deste mar, como o lugar do Batismo de Jesus. Um lugar seguro, embora seja perto da fronteira, com boa infra estrutura e que são permitidas cerimônias de Batismo ou renovação de Batismo nas águas do Jordão. O serviço de guias de turismo de Israel leva todos a conhecer este local.

Devido a situação beligerante da região este local tornou-se prático para se visitar e praticamente até a pouco tempo todos os grupos de peregrinos, sejam evangélicos ou católicos ali se dirigiam. Era dos poucos lugares onde se podiam chegar até as águas do Jordão, além de suas nascentes mais ao norte.

Os evangélicos acreditam que seja este o local do batismo de Jesus pela descrição do texto bíblico. O que nos diz os Sinóticos e o evangelho de João. O texto de Jo 1,28 narra:

"28 Isto se passava em Betânia, do outro lado do Jordão onde João Batista batizava" (João 1,28) Bíblia de Jerusalém.

Alguns pesquisadores querem afirmar que Betânia e Bethabara se encontravam na parte superior do Rio Jordão, pois atestam que João não batizada só em um lugar, mas ao longo do Rio Jordão.

Assim muitas denominações protestantes, visitando com seus grupos à Israel, utilizam o memorial do Batismo de Jesus, logo na saída do Rio Jordão do mar da Galileia. Portanto entendem que o local do Batismo de Jesus esteja localizado na Galiléia.

Os católicos e gregos ortodoxos acreditam que o Batismo de Jesus foi perto do Mar Morto

Refazendo o que nos diz os Sinóticos e o evangelho de João. O texto de Jo 1,28 narra:

28"Isto se passava em Betânia, do outro lado do Jordão onde João Batista batizava" (João 1,28) Bíblia de Jerusalém.

ou seja, do lado oriental do rio, (hoje no território da Jordânia) num lugar chamado Bethabara (conforme manuscritos antigos) ou Betânia (esta Betânia que o evangelista apresenta é diferente da Betânia próxima a Jerusalém, onde morava Lázaro, e suas irmãs marta e Maria).

A narrativa dos sinóticos apontam a região de Jericó as margens do Jordão. Assim entendemos que João Batista (que se encontrava em Betânia) falava de um acontecimento o batismo de Jesus, que ocorre no curso inferior do rio Jordão, na região de Jericó, no deserto. O texto nos descreve que João Batista estava pregando um batismo de conversão no deserto da Judéia quando batizou Jesus (Mateus 3,1-13). Isso condiz com a localização próxima a Jericó.

No meu entender, penso que a força da tradição do local do Batismo, onde hoje esta indicado, perto da cidade de Jericó, ou mesmo no outro lado do rio Jordão em território pertencente à Jordânia é o local onde João Batizava.

Um outro fator preponderante que nos leva a verdade é que exatamente nesta região do Batismo de Jesus existiram muitas igrejas judaico-cristãs até o séculos VII e VIII, ali erguidas para lembrar o fato do Batismo de Jesus, isto reforça a convicção do local do Batismo de Jesus e o local em que João batizava.

Como se encontra este local do Batismo de Jesus.

Até a pouco era praticamente impossível visitá-lo. A questão era que estava na zona de fronteira, entre Israel e Jordânia em situação beligerante e que muitos guerrilheiros atravessavam a fronteira para executarem ataques terroristas em Israel. Motivo este que se militarizou as margens do rio Jordão com cercas de arame farpado, e faixa de terra com minas explosivas. Apenas uma vez por ano os católicos tinham permissão de celebrar missa no local em uma pequena capela no dia 6 de janeiro. Os gregos ortodoxos no dia 18 de janeiro. Para isto deveria ser encaminhada licença especial, e haveria acompanhamento de patrulhas militares com a procissão dos peregrinos.

Recentemente o local foi aberto ao acesso dos peregrinos, com instalações apropriadas. Isto no lado Israel, que recorda o Batismo de Jesus feito por João Batista. Este local é próximo e em frente ao existente na Jordânia, Wadi Kharrar, inaugurado no ano 2000 não muito longe de Jericó e do Mar Morto, conforme a narrativa bíblica.

As obras deste local foram executadas pelo governo de Israel, para receber os turistas e peregrinos. O local será um ponto de encontro para Israel, Jordânia e a Autoridade Palestina sediada em Jericó.

 

Imagem: Qasr el Yahud, considerado o local do Batismo de Jesus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem: Margens  do rio no vale do Rio Jordão

 

 

 

Imagem: Reconhecido pela igreja, o rio Jordão foi homenageado pelos Papas João Paulo II e Bento XVI 

 

19274 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook