Uma janela sobre o mundo bíblico

Lucas 16, o rico e Lázaro. É uma parábola ou é literal?



  • Pergunta de Cosme Martins, Duque de Caxias, RJ
  • 6639
  • 02/06/2013
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Parábolas | Ricos/Riqueza |


O capítulo 16 de Lucas contém 2 parábolas e vários logia de Jesus, isto é, ensinamentos, que tem a ver com o bom ou mau uso do dinheiro.

A partir do versículo 19 até o fim desse capítulo encontramos a segunda parábola, o mau rico e o pobre Lázaro. Em resumo, Jesus conta uma história em que um homem rico tinha de tudo e à sua porte um pobre, Lázaro, queria se saciar daquilo que sobrava. Ambos morrem. Lázaro vai para o "seio de Abraão" e o rico para a "mansão dos mortos". O rico, tendo-se arrependido, depois da morte, peque um pouco de piedade a Abraão para si e também para os seus parentes que ainda vivem. Abraão lhe responde que o ensinamento é dado por "Moisés e os profetas".

Essa é uma história-parábola e não tem nenhum nexo histórico. Portanto não devemos procurar historicamente nem o personagem rico, nem Lázaro. Como era costumo entre os mestres de então, Jesus inventa uma história para tirar conclusões concretas para a vida. Nesse caso, falando de riqueza e pobreza, o acento é colocado na atenção à Lei, dada por Moisés e explicada pelos profetas; é a Lei que orienta o seguidor de Deus a comportar-se de modo digno, enquanto caminha aqui na terra.

6639 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook