Uma janela sobre o mundo bíblico

Na história dos dois cegos de Jericó, a Bíblia diz que Jesus teve compaixão deles. Me fale como foi essa compaixão que Ele expressou por aqueles homens.



  • Pergunta de Railda Tolentino, Belo Horizonte / MG
  • 45159
  • 30/08/2013
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Cura |


Olá Railda Tolentino de Belo Horizonte /  MG.

 Encontramos este episódio da cura dos cegos de Jericó em Mateus 20,29-34, que apresenta dois cegos, Marcos que aparece um cego, e em Lucas 18,35-43 que aparece  um cego. A questão que Jesus teve compaixão deles aparece somente em Mateus. Mas o texto narra que os dois cegos gritavam, Filho de Davi, Jesus, tenha compaixão de nós. O fato de os dois cegos, ou um cego no Milagre narrado por  Marcos e Lucas, gritando por compaixão e atestado. Mas que Jesus teve compaixão dos cegos aparece somente em Mateus. Porque nos outros dois evangelhos não aparecem à compaixão de Jesus, mesmo sendo o primeiro a ser escrito é o evangelho de Marcos o mais antigo. Só poderemos entender o porquê que Mateus colocou a palavra compaixão de Jesus aos cegos a partir das características do evangelista Mateus e da sua comunidade formada por Judeus de Jerusalém.

Uma resposta possível para a compaixão de Jesus poderia ser formulada assim.  Os cegos pedem a Jesus “...tem piedade de nós!”. “Senhor, queremos que nossos olhos se abram!” (v.33) O pedido dos cegos para que abram seus olhos é um antigo pedido de libertação do povo de Deus quando se encontrava no exílio da Babilônia (Conf. Is 42,6-7). Assim a cura desta cegueira do povo é uma obra para ser feita pelo Messias esperado (Is 11,5). Na narrativa do milagre dos dois cegos eles se dirigem a Jesus e o chamam de “Senhor, Filho de Davi” (v.31). Para eles o Messias estava ali presente, o esperado desde a antiguidade. Este fato dizer que a fé dos cegos está correta, mas o conteúdo desta fé não era correta. Para os dois cegos Jesus era entendido na perspectiva davidica. O Messias seria o novo Rei Davi para dar novamente o poder político a Israel frente às outras nações. Entretanto Jesus que ali estava e que realizou o milagre da cura era muito mais daquilo que eles queriam. Ele era o Senhor glorioso, ressuscitado, eu estava presente na vida das comunidades e o salvador daqueles que o invocam.

Os dois cegos de Jericó representam todos aqueles que procuram com uma fé simples, mas ainda confusão.... Jesus olha para os dois cegos, vê as boas intenções, a fé que expressam e teve compaixão, os cura (v.34). A ação misericordiosa e a compaixão de Jesus os libertam do falso messianismo, dando condições de segui-lo no mesmo caminho que Ele estava trilhando, para Jerusalém, caminho para a morte e ressurreição.

45159 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook