Uma janela sobre o mundo bíblico

O porque que a Bíblia ficou tantos anos longe das mãos dos católicos, pois somente os padres podiam lê-la sendo que o próprio Senhor Jesus ordenou no evangelho de João 5,39 que devemos examinar as escrituras e também o porque a Bíblia antes da reforma por Lutero era escrita em Latim?



  • Pergunta de Antonio Tavares, São José dos Campos / SP
  • 5963
  • 13/09/2013
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Bíblia |


 Olá Antônio Tavares de São José dos Campos / SP!

 A resposta à pergunta é ampla. Poderíamos colocar centenas de argumentos. Vou tentar dar-te uma resposta, sem pretensão de abordar todos os aspectos que são muitos e para poder colocá-los por escrito é necessário que se escreva muito.

Você tem conhecimento que ainda recentemente questão de 50 anos, existia uma divisão radical entre católicos e protestantes, chegava-se ao ponto de os pais não deixarem os filhos brincarem juntos católicos e protestantes. Hoje, existem ainda dificuldades, mas em muitos aspectos foram superadas.

Concílio de Trento define caminhada dos católicos.

Depois do Concilio de Trento a Igreja católica tomou um rumo que em muitos aspectos ainda hoje são suas características. Valorizou os sacramentos, contestando os protestantes que tem outra compreensão dos sacramentos, seja confissão, seja eucaristia etc. Os católicos centralizaram seu culto na oração da missa, em Latim, enquanto os protestantes valorizaram o culto centralizando o estudo da Bíblia, na língua de cada país. Está decisão radical, mudou as atitudes dos católicos e protestantes. Os católicos passaram a centralizar tudo nos dogmas e na missa os protestantes na Bíblia.

Coloco uma consequência ruim para os católicos: Devido a livre interpretação da Bíblica proclamada por Lutero, os católicos passaram a dar autoridade para falar da Biblia somente aos sacerdotes e o ensino da Bíblia somente nos Institutos de Teologia, e mais ainda era só para os candidatos ao sacerdócio. A Igreja católica passou a pensar que era a única em interpretar a palavra de Deus. Assim o católico batizado, não lia a Biblia, ouvia apenas a explicação do Padre, que muitas vezes desviava o assunto e moralizava o texto.

Outra dificuldade: A Igreja católica adotou a língua Latina para as cerimônias litúrgicas, seja a missa, os enterros, batismo , extrema unção etc. Uma língua que passou a ser estranha para a maioria dos batizados católicos. Assim durante as celebrações o povo fazia outras orações e praticas, enquanto o Padre rezava em Latim.

Os fiéis da Igreja católica se distanciaram da Bíblia que era ouvida nas celebrações em Latim, e que eram proibidos de ler em casa porque supunha-se que não tinham estudado Teologia. O abismo se tornou cada dia maior entre Biblia e fiel católico.

Com o advento do Concílio Vaticano II, a Igreja católica tentou corrigir estas distorções tornando a Bíblia mais popular, onde se podia ouvir em Português nas celebrações, incentivou-se a leitura em casa, começou surgir grupos de estudo bíblico, etc. Só que agora para recuperar o tempo perdido é difícil e lento, já se vão 50 anos e pouco se fez. O CEBI (Centro Ecumênico de Estudos Biblicos), reunido católicos e protestantes procura conjuntamente estudar a Bíblia. É uma ótima iniciativa.

Certamente os católicos terão que aprender muito dos protestantes, quanto ao estudo bíblico e o amor à palavra de Deus. O espaço está aberto para comentários que poderão ajudar na resposta.

5963 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook