Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que no catolicismo a bíblia é composta de 73 livros, no protestantismo de 66 livros?



  • Pergunta de Manoel Fernandes Araujo, Natal / RN
  • 6823
  • 03/01/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Bíblia Católica / Bíblia Protestante |


Olá Manoel Fernandes Araujo de Natal / RN!!

 É um pergunta muito frequente, que chega até o site. Embora a preocupação seja o porquê da diferença dos números de livros da Bíblia protestante e da bíblia católica, sempre na pergunta existem outras indagações.

Ao longo dos anos só para esta temática chegaram 18 perguntas, sem considerar outras que se referem à Biblia. Assim se quiseres ter muitas informações e detalhes sobre este tema consulte no site os textos referentes ao tema "Bíblia Católica / Bíblia Protestante". No momento deixo como resposta algumas considerações resumidas que poderão te auxiliar como início de pesquisa e compreensão destes dados, que embora pertençam à história da formação bíblica influenciam hoje a milhares de seguidores de Jesus Cristo. Tomo como ponto inicial de partida uma entre as tantas perguntas endereçada ao site: “Quando foram introduzidos os livros apócrifos na bíblia católica e por quê?” Pergunta de Ronaldo Salomão Costa, Rio de Janeiro, resposta de Luiz da Rosa, em 15/11/2013

Fonte: http://www.abiblia.org/ver.php?id=7074

 Porque a bíblia protestante tem 66 livros?

 Quando Lutero estabeleceu o Cânon da Biblia protestante, ele simplesmente admitiu como livros verdadeiros os que se encontravam na Bíblia Hebraica. Lutero no início até colocou como apêndice 7 livros que ele considerou como apócrifos, e que os judeus não admitiam ser palavra de Deus porque estavam escritos em grego, sendo o grego uma língua que não era considerada divina. Com o passar dos anos este apêndice dos 7 livros apócrifos, nas bíblias protestantes não foram mais incluídos. Para os Judeus, a palavra de Deus só poderia ser transmitida em Hebraico. As orações e leituras no templo de Jerusalém eram sempre feita em hebraico.

 Porque a bíblia católica tem 73 livros?

 A Biblia católica, além dos 66 livros da Biblia Hebraica, tem mais sete livros escritos em grego que foram julgados como canônicos ou verdadeiros. Estes livros passaram a se chamar livros deutero canônicos. Ou em outras palavras aceitos para serem colocados na Biblia em um segundo momento. Esses livros são: Tobias, Judite, 1 e 2 Macabeus, Sabedoria, Eclesiástico (ou Sirácide) e Baruc.

“Esses sete livros foram escritos em grego, enquanto todo o resto do Antigo Testamento foi escrito em hebraico, exceto poucos trechos em aramaico. Por volta do ano 200 antes de Cristo, os judeus que viviam no Egito, exatamente em Alexandria, já não falavam e entendiam bem o hebraico. Por isso decidiram traduzir os textos em hebraico para o grego, que era a língua que normalmente usavam. Nessa edição da Bíblia, chamada LXX (Setenta) - pois teria sido traduzida por 70 anciões - além dos livros em hebraico, aparecem também os 7 livros mencionados. A idade da LXX é um pouco discutida e a sua origem tem uma cronologia flexível. Normalmente se coloca como data de 280 até 30, sempre antes de Cristo. Portanto, foi nessa época que os 7 livros (apócrifos ou deutero-canônicos) foram incluídos na lista de livros bíblicos.” (Conforme resposta de Luis Rosa)

6823 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook