Uma janela sobre o mundo bíblico

Eu quero um estudo completo sobre a história de Sansão.



  • Pergunta de Francisco Breno, Bom Jesus das Selvas
  • 158390
  • 24/01/2014
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Sansão | Juízes |


A história de Sansão é contada no livro dos Juízes, a partir do capítulo 13 até o capítulo 16. Ele é famoso por causa da sua força, que perde quando o seu cabelo é cortado por Dalila. Mesmo privado de sua força, consegue vingar-se dos inimigos, destruindo-os, mas provocando também a própria morte.

Um estudo completo sobre Sansão é uma pretenção grande. Há vários aspectos que poderíamos explorar e aqui deixo o desafio a você. Aceno a eles e conto com sua vontade de aprender para continuar estudando.

O contexto: os Juízes

Na Bíblia temos diversas categorias de pessoas que marcam certas épocas históricas. Temos primeiro os patriarcas (Abraão, Isaac e Jacó), depois os condutores do povo pelo deserto (Moisés e Josúe), os profetas, os reis e também os Juízes, que são 12. Normalmente são divididos em dois grupos: 6 juízes "maiores" (Otoniel, Aod, Débora, Gedeão, Jefté, Sansão, Samuel) e 6 "menores" (Samgar, Tola, Jair, Abesã, Elom, Abdon). São personagens, cuja história é contada no Livro dos Juízes, que viveram no período que vai da tomada da terra prometida realizada por Josué até a chegada da monarquia, com Saul, contada em 1Samuel.

Os Filisteus

A história de Sansão está intimamente ligada aos filisteus, um povo que morava na terra prometida já antes que Israel chegasse, com Josué. Serão grandes inimigos do povo de Deus no decorrer da história de Israel e Deus sempre combate ao lado de Israel para derrotá-lo. É assim também com a história de Sansão: os filisteus ameaçam os israelitas e Deus manda Sansão para libertar o seu povo.

A vida de Sansão é um verdadeiro dilema, entre seguir o caminho de Deus e estar ao lado do modo de ser dos filisteus. Ele inclusive se casa com uma filisteia. Também o seu comportamento, muitas vezes é duvidoso, pois não respeita as leis de pureza dos judeus.

Nazireu

Na narração da história de Sansão, a sua força vem do voto que ele fez a Yahweh, do fato que ele é consagrado a Deus, um nazireu. Isso é evidente no fato que nunca teve os cabelos cortados.

A palavra nazireu vem do hebraico nezîr que quer dizer: separado ou ainda de alta linhagem. O significado religioso do termo refere-se a pessoa que faz um voto, consagrando-se ao Senhor. O voto é identificado por: não cortar os cabelos, incluindo também raspar a barba, não tomar qualquer bebida alcoólica, inclusive vinagre de vinho, suco de uvas e não comer frutas frescas ou secas, cf. Nm 6,2, e que não se aproximará de nenhuma pessoa morta enquanto o voto estiver sendo cumprido, cf. Nm 6,6. É um voto que pode ser temporário cf. Nm 6,4; e Nm 6,13, como pode ter sido o caso de Paulo ao ter seus cabelos cortados em At 18,18. Em Am 2,11 aparecem alguns nazireus, os quais são obrigados a beberem vinho. O voto do nazireu podia ser feito pelo homem como também pela mulher cf. Nm 6,2.

Morte de Sansão

O fim de Sansão é realmente grandioso: ele dá sua vida utilizando-se pela última vez da força que recebe de Deus, destruindo os inimigos do seu povo.

158390 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook