Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que O Senhor concedeu forças para Sansão sendo que era para usar de forma violenta, ou seja, para se vingar?



  • Pergunta de Dário, Tauá
  • 4081
  • 10/02/2014
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Sansão |


Outro nosso amigo, Joanilson, faz uma pergunta muito parecida:

Foi Deus quem deu força a Sansão, permitindo que em sua morte ele matasse tantas pessoas, dentre as quais presume-se que tivesse inocentes?

Conforme a narração bíblica (Juízes 13 - 16), a força do juiz Sansão vem do seu voto, da sua dedicação ao Senhor. Esse é ponto fundamental. Por outro lado, é importante notar que não podemos ler a história dos juízes com a nossa perspectiva. Todos eles lutaram, guerrearam em nome de Yahweh, combatendo os cananeus para conquistar a Terra Prometida. Estava em jogo a atuação da promessa que Deus fez a Moisés. Aquelas pessoas liam os eventos como realização da vontade de Deus. Os personagens eram tidos como instrumentos através dos quais Deus realizava o seu plano. É uma visão da história acontecida, sob a ótica da fé. Mas não é dito que seja a visão de Deus. É uma leitura feita pelas pessoas que acreditam em Deus.

A interpretação da vontade de Deus, de como ela se concretiza no mundo, muda, no decorrer da história. Antigamente muitos pensavam que Deus apoisasse as guerras. Para nós, isso hoje é inconcebível. Mas não era assim no passado. E a Bíblia retrata esse processo de entendimento. Se no Antigo Testamento se combatia em nome de Deus, Jesus, por outro lado, ensina a oferecer a outra face, se alguém dá um tapa. A Bíblia revela um processo. Nenhuma etapa dele pode ser ignorada e/ou descartada. Uma casa sem fundamento não fica em pé.

Em relação a Sansão, a força que ele tem vem, sem dúvidas de Deus. Mas como ela é usada faz parte da escolha e decisão humana; Deus dá a graça, mas somos nós que a usamos, conforme nossas escolhas e nossa história. A morte, com certeza, nunca é vontade de Deus, que é o Senhor da Vida.

4081 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook