Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual o grande evento do período Babilônico?



  • Pergunta de Luzete Costa, Linhares
  • 2627
  • 17/03/2014
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Exílio babilônico | Babilônia |


O período babilônico pode ser definido como aquele em que na região do Médio Oriente prevaleceu o domínio político do Reino da Babilônia, a capital, a partir da revolta contra a Assíria, quando a cidade conquistou novamente a independência, em 626 antes de Cristo. Alguns anos depois, em 612 derrotou definitivamente o Império Assírio - que conquistara a Samaria, o Reino do Norte -, destruíndo a capital Nínive. A partir desse momento se passa a chamar de "Império Babilonônico". Em 605, o novo império vence também os egípcios, em Carchemish, e se torna o maior império do Médio Oriente. É dessa época os sempre mencionados "jardins suspensos da Babilônia", uma das 7 maravilhas do mundo, que sintetiza bem o poder do Império.

Em relação à Bíblia - penso que a sua pergunta tem esse objetivo - o fato mais importante da vida desse império é ligado às atividades de conquista de Nabucodonosor, que foi rei de 606 até 562 antes de Cristo. Ele destruiu o templo de Jerusalém, depois de ter conquistado a cidade e conduziu os habitantes para o exílio em Babilônia (veja mais). Esse fato marcou profundamente a história de Israel e toda a literatura. Isso aconteceu há certa de 580 anos antes de Cristo.

Esse fato histórico é contado, na Bíblia, por 2Rs 25 e também por Jeremias 52. Houveram duas deportações para a Babilônia. A primeira aconteceu em 598 antes de Cristo. 11 anos mais tarde, em 587, a cidade de Jerusalém, com o seu Templo, foi destruída e houve o segundo grupo, bem maior do que o primeiro, deportado para a Babilônia. O retorno do exíliio foi possível graças a Ciro e aconteceu em 538, antes de Cristo.

Babilônia, na verdade, era uma cidade, a capital do império, e estaria, hoje, no Iraque. Agora existem apenas ruínas. O significado do nome está ligado ao vocábulo "babel", outro nome da cidade, que significa "porta de Deus".

2627 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook