Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que temos quatro evangelhos na Bíblia?



  • Pergunta de Pamela, Patos / PB
  • 4297
  • 09/06/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Evangelho |


Olá Pamela de Patos / PB!

Pergunta muito interessante, e que uma vez que temos a chave de compreensão iremos entender com mais facilidade cada texto do Evangelho e a proposta de Jesus para com a humanidade.

Desde os primeiros anos do cristianismo já se perguntava por que existem quatro evangelhos chamados canônicos, oficiais e outros tantos apócrifos. Não seria suficiente apenas um evangelho, em que se coloca todas as informações necessárias para entender a mensagem de Jesus. Até aconteceu a tentativa de colocar os quatro evangelhos apenas em um contemplando tudo o que estava escrito nos 4 evangelhos. Este trabalho se chamou Diatessaron, sendo o texto em siríaco dos evangelhos, fundindo os quatro evangelhos em um só. O autor deste trabalho foi Taciano, no segundo século. Ao responder a pergunta olhamos os evangelhos do Novo Testamento, Mateus, Marcos, Lucas e João. Existem outros evangelhos os chamados apócrifos que não interessa colocar na resposta da pergunta.

Encontramos, portanto no Novo Testamento quatro evangelhos escritos pelos quatro evangelistas conhecidos em nossas leituras do Novo Testamento. A ordem destes evangelhos segundo o Novo Testamento é: Mateus, Marcos, Lucas e João. Mas em ordem cronológica para estudos com mais detalhes seguem a seguinte ordem: Evangelho de Marcos escrito por Marcos na cidade de Roma no ano de (64 d. ?); para a comunidade formada de alguns judeus e a maioria habitantes de Roma, o evangelho de Mateus escrito por Mateus em Jerusalém para comunidade de Judeus cristão (70 d.C); evangelho de Lucas escrito por Lucas em Antioquia para os gentios por volta de (80 d.C), estes três evangelhos são chamados de sinóticos, pois tem muitas semelhanças entre si e podem ser comparados em seus textos e feitos estudos a partir destas comparações e o evangelho de João escrito por João para a comunidade dos gentios na Ásia Menor em Éfeso (95 d.C.).

Da explicação acima está o porquê da existência de 4 evangelhos, eles foram os textos usados em 4 comunidades esparramadas pelo império Romano. E cada comunidade imprimiu no texto, a riqueza da sua compreensão ou as verdades que a comunidade deveria privilegiar.

Os evangelhos narram à vida de Jesus, mas nem todos os detalhes, a riqueza esta nos textos que eram utilizados, estes textos eram significativos para o grupo, lidos e repetidos inicialmente em forma oral, mas depois foram escrito pelos evangelistas as comunidades espalhadas pelo Império Romano. A palavra de Jesus servia para iluminar os fatos da vida da comunidade.

Os evangelistas João e Mateus foram apóstolos de Jesus, entretanto Marcos foi um discípulo de Paulo no início e depois foi uma espécie de secretário de Pedro em Roma e Lucas, de profissão médico acompanhou Paulo na difusão do evangelho no mundo pagão.

Concluindo

A riqueza da existência dos quatro evangelhos está no esforço e na tentativa da comunidade em viver a proposta de Jesus. No evangelho está escrito o que Jesus quer que a comunidade de fato faça. As parábolas, os milagres as orientações que cada comunidade buscou, nos ajudam a entender melhor o que Jesus propunha. A riqueza do texto do evangelho não seria tão grande se no evangelho fosse recontado apenas os fatos que dissessem respeito a uma comunidade.

4297 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook