Uma janela sobre o mundo bíblico

Cidades da Bíblia: Hebron



  • Estudo
  • 10467
  • 11/07/2014
Cassiano Reichert Cordoni

Leia mais sobre Geografia |


Trabalhos do Curso de Especialização Estudos Bíblicos da Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC), sob a orientação da Professora Silvia Togneri.


Hebron na BíbliaE Deus disse: “Eu sou ... o Deus de Abraão, o Deus de Isaac, o Deus de Jacó” (Ex 3,6). Nesta passagem, Deus fala a Moisés sobre os patriarcas. E estes patriarcas viveram em solo santo. Uma das cidades deste solo sagrado foi Hebron.

Hebron está situada a cerca de 30Km ao sul de Jerusalém. Em Nm 13,22 cita que “Hebron havia sido fundada sete anos antes de Tânis no Egito”, o que para alguns autores significa que Hebron não existia como cidade na época de Abraão, mas sim “associado a Mambrê, identificado na narrativa hebraica com Hebron” (Mackenzie, 2011, p. 408).

Em Gn 13, 18 a bíblia esclarece que “Abraão veio com suas tendas habitar nos carvalhos de Mambrê, que ficam em Hebron; ali ergueu um altar ao Senhor.”

Mambrê era um santuário, cujas construções podem ser vistas ainda hoje, e datadas do período de Herodes, o Grande.

Já em Gn 23, 2 diz que “Sara morreu na terra de Canaã, em Qiriat-Arbá, isto é, Hebron”. Sara foi a esposa de Abraão.

Desta passagem bíblica, verificamos que Hebron está situada na região de Canaã e que seu primeiro nome era Qiriat-Arbá, que significa “cidade dos quatro”, enquanto Hebron vem dohebraico "hevrom", que significa "amigo".

Hebron fica numa região montanhosa de Judá. Os montes que a rodeiam chegam a atingir mais de mil metros de altitude.

O patriarca Abraão passou grande parte de sua vida nesta região. Foi ali que ele comprou a caverna de Makpela, para que fosse enterrada sua descendência. E assim foi feito: Abraão, Isaac, Jacó e suas esposas estão sepultados ali. Hoje a caverna é conhecida como a “Gruta dos Patriarcas”.

Mas esta terra praticamente sempre foi uma área de conflito. Em Gn 14,13 diz que pertencia aos amorreus. Em Gn 23, que pertencia aos heteus. Em Nm 13,22 e Js 11,21, que pertencia aos “gigantes” anaquitas. Já em Jz 1,10, que era dos cananeus. Sem contar os macabeus por volta do ano 160 a.C. E mais recentemente, disputado entre árabes (que a chamam de El Khalil) e judeus (que a chamam de Qiriat Arba).

E nesta região de conflito e solo santo, o grande DAVI foi ungido rei sobre a casa de Judá, conforme 2Sm 2,1-4. Vale a pena ressaltar que esta unção por parte de seus compatriotas aparece em outras citações bíblicas, como por exemplo, 1Rs 5,15 e que reafirma a unção citada por Samuel na 1Sm 16,1, de que o rei é de fato o eleito do Senhor.

Após o reinado do grande rei DAVI, Hebron raramente aparece no Antigo Testamento, aparecendo em Ne 11,25. E no Novo Testamento, não é citada.

A população, dividida entre árabes e judeus, segundo o censo de 2006, tem aproximadamente 167.000 habitantes.

Enfim, é uma das principais cidades bíblicas em uma área de eterno conflito.


Referências bibliográficas:              

  • Bíblia – Tradução Ecumênica. Ed. Loyola, 1994;
  • Bíblia Sagrada - Edição Pastoral. Ed. Paulus, 1990;
  • GUNNEWEG, H. J. Antonius. História de Israel. Ed. Loyola, 2005;
  • MACKENZIE, John L. Dicionário Bíblico. Ed. Paulus, 2011;
  • site: www.weather2travel.com, acesso em 18/11/2013;
  • site: www.wikipedia.org,acesso em 18/11/2013;
  • site:http://tohebronwithlove.wordpress.com/, acesso em 03/01/2014.

10467 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook