Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual o significado do termo "acepção de pessoas, na Carta de Tiago capítulo 2, versículo 9?



  • Pergunta de Elcio Prado, São Bernardo do Campo / SP
  • 102119
  • 10/08/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Tiago |


Olá Elcio Prado de São Bernardo do Campo / SP!

O versículo da carta de Tiago, 2,9:

“Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis um pecado e incorreis na condenação da Lei como transgressores” (Carta de Tiago 2,9) Bíblia de Jerusalém

se encaixa dentro do contexto do capítulo 2 da carta de Tiago que tem 26 versículos assim distribuídos:

os versículos 1-7 nos ensinam a não fazer acepção de pessoas;

os versículos 8-13 são comentários acerca da Lei;

os versículos 14-26 são sobre a relação entre fé e obras.

O apóstolo Tiago em 2,9 retoma a discussão sobre a “acepção de pessoas” e a prática dos preceitos cristãos, empregando, em 2,9, os mesmos dizeres de 2,1, referindo-se ao favoritismo em benefício dos ricos usado por alguns membros da comunidade. Entretanto Tiago é claro e duro em suas palavras e em defesa dos pobres, afirmando:

“Se, porém, fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado” (Tg 2,9):

Resta para nos que amamos a palavra de Deus entender os dizeres de Tiago e nos perguntarmos em que sentido essa distinção de pessoas viola o amor (e conseqüentemente descumpre o mandamento de DEUS, tornando-se pecado)?

1 - Ter esta atitude em relação ao pobre e humilde, é o mesmo que o rebaixá-lo e desonrá-lo. Quem alimenta este pensamento pensa em acreditar que DEUS não tem projetos grandiosos e abençoados para o pobre querendo impor a condição de desânimo ao pobre.

2 - O que dizer do rico: por um lado ele é tentado a transformar seu dinheiro e sua importância em deus. As pessoas que o cercam se curvam apenas diante das suas posses e riqueza, dos bons “contatos” que a amizade com ele representam no mundo dos negócios. O rico até pode imaginar: “Todos me cercam, mas apenas pela vantagem que lhes devo proporcionar.”

Concluindo:

Em seu ministério JESUS não fazia diferenças com ninguém. Ele se aproxima de todos sem medo e sem restrições Levou a vida onde não existia mais. Lembro alguns acontecimentos: Jesus tinha tempo para o influente Nicodemos (Jo 3) e para uma mulher mal-afamada e pecadora, A Samaritana (Jo 4), para uma pessoa paralítica há décadas (Jo 5) e para um mendigo cego (Jo 9).

Fazer acepção de pessoas é cometer pecado, não é isto que Jesus nos diz! Completa Tiago “Cometeis pecado e sois argüidos pela lei como transgressores”: a Bíblia chama de “pecado”, em grego harmartia (“passo em falso”). Jesus em sua santidade e bondade nos mostrou, mediante seus ensinamentos, o único caminho salutar para essa vida. JESUS percorreu o caminho de Deus e esta à nossa frente.

“deixando-vos um exemplo, a fim que sigais os seus passos” (1Pe 2,21) Bíblia de Jerusalém.

A recomendação é não nos desviar do caminho e nem seguir outras pegadas. Cairá quem se nega a seguir os ensinamentos de Nosso Senhor. O apelo de Tiago é verdadeiro: “Fazer acepção de pessoas é pecar”.

102119 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook