Uma janela sobre o mundo bíblico

Gostaria de saber se realmente o número 666 está correto, pois existem outros estudos que dizem que o número não é 666, mas sim 616.



  • Pergunta de Sergio David,
  • 7799
  • 13/12/2009
Luiz da Rosa

Leia mais sobre 666 | Apocalipse



O número é citado no Apocalipse (Revelação), em 13,18 (veja também 1Reis 10,14 e 2Crônicas 9,13). Está escrito: Aqui é preciso discernimento! Quem é inteligente calcule o número da Besta, pois é um número de homem: seu número é 666!. Sobre o significado do número 666, veja outro texto já inserido no site.



A sua pergunta tem a ver com um problema de crítica textual e não causa nenhum problema exegético, de interpretação do texto. De fato, embora a maioria dos textos contenha 666, há alguns textos antigos que trazem 616 (Papiro 106 da primeira metade do Século III, Codex Ephraemi Rescriptus (C)).



Dificuldades como estas são muito comuns em textos bíblicos. Os estudiosos, contudo, na maioria dos casos, deram uma resposta que é quase sempre acolhida pelos biblistas que traduzem o texto sagrado em nossas línguas. Nestle-Aland, edição mais respeitada e famosa do texto grego do Novo Testamento, escolhe como autêntico o número 666, embora, como normalmente faz, cita as fontes que trazem o número 616. Do mesmo modo a Bíblia de Jerusalém coloca no próprio texto o número 666, mas em nota diz que existe uma variante, o 616.



Embora sugeri que se leia a outra resposta já dada no site sobre esse argumento, é importante relembrar o significado do número, da besta descrita por João. A maioria dos exegetas retém que a besta é o imperador Nero, responsável por uma terrível perseguição contra os cristãos que levou ao martírio seja Pedro que Paulo.



Por que o número está relacionado com esse imperador? A razão deriva do fato que seja em grego que em hebraico antigos não existia uma grafia própria para os números, mas eram escritos usando letras. “A” era igual a “1”, “b” igual a “2” e assim por diante. Portanto cada letra correspondia a um número e cada número correspondia a uma letra. Portanto, quando se escrevia a palavra “um” podia entender-se seja o número “1” ou a letra “a”. E João, ao escrever sua obra, usou esse método para dizer aos cristãos que Nero era o grande inimigo dos cristãos, a Besta que se opunha ao Reino de Deus. Usou esse método porque não podia dizer essa verdade abertamente, para não aumentar a perseguição. João usou, então, uma expressão númerica para criptar o nome do rei, ou seja “César Nero” (QeSaR NeRON).



Embora o texto do Apocalipse tenha sido escrito em grego, o nome do imperador precisa ser transcrito em hebraico, pois é em hebraico que as letras desse nome, somadas, tem como resultado o número 666

* Q (qof) = 100

* S (sameckh) = 60

* R (resh) = 200

* N (nun) = 50

* R (resh) = 200

* O (waw) = 6

* N (nun) = 50



Há alguns pesquisadores que pensam que no original do Apocalipse João tivesse escrito 616 (David C. Parker, Ellen Aitken), sobretudo depois que, em 2005, a Universidade de Oxford conseguiu ler um pedaço do Papiro 115, até então indecifrável, tido como muito confiável, que traz 616, invés de 666.



Poderíamos dizer, então, que a discussão está ainda aberta. Contudo o mais importante é que o sentito do texto, exegeticamente falando, não muda. Precisa, de fato, entender de onde viria o número 616. A tese mais plausível é che diga exatamente a mesma coisa que o número 666: César Nero. De fato, é bem provável que algum escriba quis transformar a versão original (ou o contrário) do nome do imperador no Apocalipse (em hebraico QeSaR NeRON) na versão latina desse nome, ou seja Nero Caesar, cuja gematria é igual a 616.


7799 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook